Bruna Poli: lixo cinco dias em frente de casa | Hedeson Alves/Gazeta do Povo
Bruna Poli: lixo cinco dias em frente de casa| Foto: Hedeson Alves/Gazeta do Povo

Moradores do Balneário Junara, em Matinhos, reclamavam na segunda-feira (4) que estavam há quase uma semana sem coleta de lixo - no fim da tarde, o caminhão da coleta passou pelo local. De acordo com eles, de quarta-feira até segunda, os resíduos se acumularam na frente das residências, juntando moscas e exalando um cheiro forte.

A estudante Bruna Caroline Poli, que mora em Curitiba e está desde o Natal em Matinhos, conta que para ter os resíduos recolhidos os moradores precisam deixar o lixo à beira da PR-412, para que o caminhão, que faz a coleta na orla e no balneário em frente, Gaivotas, recolha. "Eles fazem a coleta lá e passam direto, nem chegam aqui". O pedreiro Mário Alexandre Vieira diz que os moradores chegam a colocar o lixo dentro do carro para levar até a rodovia. "É chegar ao ponto de por o lixo no carro da gente e levar até a estrada, senão, fica aqui na frente da nossa casa, com um cheiro insuportável", explica.

O secretário estadual de Meio Ambiente, Rasca Rodrigues, disse que irá verificar a reclamação com a empresa responsável pela coleta. Durante a temporada, o governo do estado assume a coleta no Litoral, que durante o ano é feita pelas prefeituras. "Se a justificativa não for tecnicamente plausível, a empresa será autuada", garante o secretário.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]