i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Litoral

Homem de 58 anos morre afogado em Guaratuba

Desde o início da Operação Verão no Paraná, no dia 20 de dezembro, o Corpo de Bombeiros já registrou três mortes por afogamento nas praias do estado

  • PorAngieli Maros
  • 02/01/2014 08:24

Desaparecimentos e queimaduras

Não é só afogamento que movimenta o serviço dos guarda-vidas no Litoral do Paraná. Desde o início da Operação Verão, houve 291 registros de crianças perdidas nas praias do estado, sendo que 150 dos casos foram no período entre 28 de dezembro e esta quinta-feira. Por sorte, todas elas foram encontradas.

Queimaduras por águas-vivas também fazem parte do atendimento do Corpo de Bombeiros. No período foram 1.798 casos. Destes, dois foram mais graves porque as vítimas, possivelmente, apresentaram reação alérgica à toxina do animal.

O tenente Fernando Tratch explica que em casos de queimaduras por água-viva, a pessoa pode procurar um posto de salva-vidas para receber os primeiros atendimentos. "Se não tiver o popular vinagre, tem que lavar com água do mar, mas nunca com água doce", ressalta. Casos mais graves, em que a pessoa apresenta náusea, dor de cabeça e dificuldade para respirar, são encaminhados de imediato ao pronto-socorro mais próximo.

O corpo de um homem de 58 anos foi encontrado nas águas do Balneário Nereidas, em Guaratuba, por volta das 19 horas desta quarta-feira (1º), durante patrulhamento preventivo do Corpo de Bombeiros. O corpo de José Domiciano, que era morador de Curitiba, foi retirado da água em estado de parada cardiorrespiratória e não conseguiu sobreviver.

Segundo a corporação, o corpo foi encontrado a, aproximadamente, 500 metros adentro do mar. Além dos procedimentos de primeiros socorros realizados pelos guarda-vidas, a tripulação do helicóptero do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Militar do Paraná foi acionada a comparecer ao local com apoio médico. Foram feitas tentativas de reanimação, mas a vítima não resistiu.

O corpo do homem foi encaminhado ao Pronto Socorro de Guaratuba, de onde foi levado para o Instituto Médico Legal de Guaratuba.

O Corpo de Bombeiros disse que, diferentemente de outras ocorrências de afogamento, nesse caso não houve relato ou aviso aos guarda-vidas do incidente. Por isso, até então, não se sabe o local exato do afogamento nem quando isto aconteceu.

Balanço

Desde o início da Operação Verão no Paraná, no dia 20 de dezembro, o Corpo de Bombeiros já registrou três mortes por afogamento nas praias do estado. A primeira delas foi no dia 22 de dezembro, quando um homem foi resgatado em alto mar em estado grave. Ele foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu.

A segunda morte foi confirmada na véspera de Natal. No dia, um pescador localizou por volta das 3h40 o corpo de Leandro Moro, de 15 anos, que desapareceu no dia 22 de dezembro enquanto brincava com um amigo em uma praia de Pontal do Paraná. O corpo de Leandro estava próximo às pedras do rio do trapiche, a cerca de dois quilômetros de distância de onde havia entrado no mar.

No período entre 20 de dezembro até as 8 horas desta quinta-feira (2) o Corpo de Bombeiros havia realizado 282 resgates de vítimas em alto mar. Destes casos, em três deles as vítimas continuam internadas em estado grava na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Paranaguá. Uma das vítimas é um homem que se afogou na véspera de Ano Novo. Quando salvo pela corporação, ele já estava há dez minutos embaixo d'água, e foi encontrado já sem respiração.

No mesmo dia, outro homem se afogou em Matinhos. Ele foi levado de helicóptero para Paranaguá. O terceiro caso é de uma menina de 18 anos. O pulmão dela estava cheio de água, mas respirava quando foi retirada do mar, nesta quarta-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.