i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
chacina

Vítima é sepultada sob salva de palmas

  • PorFábio Calsavara e Willian Casagrande
  • 05/08/2013 21:09

Cerca de 300 pessoas participaram do funeral da ex-líder do movimento negro de Londrina Vilma Santos de Oliveira, a Yá Mukumby, na manhã de ontem. Ela e outras três pessoas foram assassinadas pelo maquiador Diego Ramos Quirino, 30 anos, na noite de sábado.

Para ativistas, o crime pode ter tido cunho religioso. O militante do movimento negro José Mendes de Sousa disse que se assustou com a quantidade de imagens religiosas quebradas no local do crime. "Não tinha mais nada fora de lugar. Só as imagens. Pode ter sido um caso de intolerância religiosa", apontou. Sousa questionou o trabalho da perícia, que considerou mal feito. "O delegado não ouviu todo mundo que estava lá na casa."

Os corpos de Yá, da mãe dela e da neta chegaram ontem ao Cemitério Jardim da Saudade às 10h30. O enterro foi realizado após a uma cerimônia religiosa de candomblé, que terminou com uma grande salva de palmas. Sob forte emoção, um membro do movimento negro declarou que sentia "a felicidade de enterrar uma ancestral".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.