i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
tragédia

Vizinho atira em pittbul e mata menino

  • Por
  • 07/04/2007 20:21

Rio – Uma bala perdida matou ontem um menino de 11 anos no Grajaú, bairro da zona norte do Rio. Claudio Matias da Silva brincava na laje de sua casa quando foi atingido na barriga. Testemunhas afirmaram que o tiro foi disparado por um vizinho que teria a intenção de matar um cachorro da raça pitbull. Claudio foi levado para o Hospital do Andaraí e teve uma parada cardíaca, que o matou no centro cirúrgico.

Um relatório elaborado pelo Instituto de Segurança Pública do Rio levantou 224 vítimas de balas perdidas no estado no ano passado, das quais 19 morreram. O maior número de ocorrências foi na capital. Apenas no último mês de janeiro aconteceram 31 casos, com três mortes, de acordo com as estatísticas oficiais.

No início de março, o titular da Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, anunciou que o crime entrava finalmente para as estatísticas oficiais. Mas as ocorrências são antigas e cada vez mais freqüentes tanto no Rio como em São Paulo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.