i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Petróleo

18 estados pedem a sanção dos royalties

  • PorAgência Estado
  • 13/11/2012 21:07
Cid Gomes: abaixo-assinado | Elza Fiúza/ABr
Cid Gomes: abaixo-assinado| Foto: Elza Fiúza/ABr

O governador do Ceará, Cid Gomes, anunciou ontem ter a assinatura de 18 governadores num documento pedindo que a presidente Dilma Rousseff não vete o texto aprovado pelo Congresso que muda o modelo de rateio dos royalties do petróleo. Os nomes de todos os governadores signatários não foram divulgados.

"Eu não perco a oportunidade e todas as vezes que estiver com ela vou falar sobre isso e acabei de fazer isso de novo", declarou Cid Gomes, que ontem se encontrou com Dilma. Cid acrescentou que ele mesmo está coletando assinatura de governadores para ser entregue à presidente Dilma. "Eu aproveitei [a cerimônia da qual participou em Brasília junto com outros governadores] e fiz isso aqui hoje [nesta terça-feira], coletei mais assinaturas de governadores. Já tenho 18 assinaturas, incluindo a minha", informou ele.

A presidente Dilma não sinalizou se irá vetar ou não o projeto. Ela tem até o dia 30 para tomar uma decisão. Os governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do Espírito Santo, Renato Casagrande, pedem que Dilma vete a lei. Os dois estados, produtores de petróleo, vão perder recursos com a redivisão dos royalties.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.