i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
governo richa

Após polêmica, governo do Paraná desiste da compra de 140 iPhones

Celepar pretendia desembolsar até R$ 651 mil pelos aparelhos; chefe da Casa Civil do governo Richa diz que secretários não entenderam recado do governador para economizar

  • PorDa Redação
  • 02/07/2016 15:48
Governo compraria aparelhos de ponta para a Celepar. | JUSTIN SULLIVAN/AFP
Governo compraria aparelhos de ponta para a Celepar.| Foto: JUSTIN SULLIVAN/AFP

Depois da divulgação pela imprensa de que o governo do Paraná pretendia gastar até R$ 651 mil com a compra de iPhones 6, o chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni (PSDB), anunciou um recuo. Segundo ele, o anúncio da compra mostra que alguns secretários de Estado não compreenderam o “recado” do governador Beto Richa (PSDB) sobre a necessidade de reduzir gastos públicos.

A compra dos 140 aparelhos foi descoberta pelo Livre.Jor depois que a Celepar, companhia de informática ligada ao governo do estado, publicou o edital no Diário Oficial da Indústria e Comércio, na quinta-feira. Segundo o edital, os telefones precisavam vir 6S nas cores cinza espacial ou prata, de 64 GB, com sistema operacional iOS9.

O estado também anunciou que iria adquirir 140 películas de vidro temperado (mais caras que a tradicional) e 140 capas originais da Apple de silicone, nas cores cinza ou carvão. O custo máximo da aquisição é de R$ 651.349,30. Apenas com os adicionais de proteção, o custo será de R$ 49.489,30.

Além das especificações técnicas, o governo pede garantia de 12 meses para o aparelho e a bateria, com certificado válido para todo o território nacional. Segundo a proposta de compra, nenhum proponente pode sugerir a venda do aparelho nas cores ouro rosa ou dourado, nem com memória inferior a 16 GB.

Segundo Rossoni, a compra será cancelada. “Momento é de apertar os cintos. Parece que não entenderam o recado do governador na última reunião de secretários”, disse o secretário da Casa Civil. O edital de compra continua disponível no site do governo do estado e o cancelamento ainda não foi oficializado.

Segundo a Celepar, a exigência de marca e modelo se justifica porque a Apple restringe a circulação de aplicativos no seu sistema operacional (iOS) apenas aos que foram por ela homologados. “Considerando que esses dispositivos terão acesso à rede privada do Estado do Paraná, onde estão armazenadas informações estratégicas e sigilosas, é fundamental a segurança desse ambiente”, disse a Celepar quando procurada pela reportagem na sexta-feira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.