• Carregando...

O prefeito de Curitiba, Beto Richa, esteve ontem em Umuarama, no Noroeste do estado, oficialmente para falar aos alunos da Universidade Paranaense (Unipar) sobre gestão pública. Mas cumpriu outros compromissos nos quais a política deu o tom. Ele se reuniu com o prefeito da cidade, Moacir Silva (PDT), esteve no encontro regional do PSDB e participou da abertura da Exposição Agropecuária.

Por onde passou, Richa foi questionado sobre a sua possível candidatura a governador na eleição do próximo ano. Em todas as situações ele foi enfático ao afirmar que ainda é cedo para discutir a sucessão estadual. "O objetivo no momento é manter o nosso grupo político formado por 11 partidos e até o fim do ano analisar o quadro estadual para escolher o melhor nome e, principalmente, quem tem a melhor densidade eleitoral."

Richa disse que as visitas de ontem em Umuarama e as de hoje em Paranavaí, onde também visita a feira agropecuária, não são eleitoreiras. "Desde criança viajei com o meu pai (José Richa) pelo interior, mantive essa rotina quando fui deputado e sempre gosto de rever os amigos". Ele também deixou claro que está confiante na aliança com o PDT, do senador Osmar Dias, em 2010. "Se a aliança for mantida, o grupo será imbatível e ainda ajudará o candidato do PSDB à Presidência da República". Mas ele garante que lançar a candidatura agora pode desgastá-la mais adiante.

0 COMENTÁRIO(S)
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]