Na Bélgica, Dilma é recepcionada pelo primeiro ministro do país Charles Michel. | Erica Vidal/Reuters
Na Bélgica, Dilma é recepcionada pelo primeiro ministro do país Charles Michel.| Foto: Erica Vidal/Reuters

Após irritar a cúpula do PT ao cancelar sua ida à abertura do congresso do partido, nesta quinta-feira (11) em Salvador, a presidente Dilma Rousseff decidiu antecipar sua volta de Bruxelas e chegar a tempo de estar ao lado do ex-presidente Lula no início do evento. Até a noite de terça-feira (9), dirigentes petistas já não contavam com a presença de Dilma para a abertura e auxiliares da presidente insistiam que Dilma fosse apenas no encerramento do congresso, no sábado (13). O comando do PT, porém, pedia que ela fosse na sexta-feira (12), quando ainda há discussões em curso.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]