O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, encaminhou nesta terça-feira (21) à Procuradoria da República no Distrito Federal (Ministério Público) a representação protocolada por parlamentares da oposição que pede a investigação sobre a participação da ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra em suposto tráfico de influência na pasta.

Segundo a assessoria da Procuradoria da República, o pedido será distribuído a procuradores das áreas cível e criminal para que seja apurada a responsabilidade da ex-ministra nos crimes de tráfico de influência e formação de quadrilha.

No pedido feito à PGR, os líderes da oposição queriam a instauração de um inquérito civil público para apurar as informações publicadas pela revista "Veja" de que Erenice teria participado de reunião com empresário do setor aéreo, intermediada pelo seu filho Israel Guerra, para fechar contrato de prestação de serviços entre a empresa Via Net e os Correios.

Os partidos pedem que, caso haja indícios de responsabilidade, seja formalizada uma ação de improbidade administrativa contra os envolvidos. No pedido feito ao Ministério Público Federal, são reproduzidas reportagens da revista "Veja" sobre o suposto tráfico de influência na pasta da ex-ministra.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]