Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Valdemar Costa Neto diz estar tranquilo

Condenado no processo do mensalão e na iminência de ter sua prisão decretada, o deputado federal Valdemar Costa Neto (PR-SP) fez no início da tarde desta terça-feira (19) uma passagem relâmpago pela Câmara, de cerca de 5 minutos, mas não quis dar declarações aos jornalistas. Acompanhado do assessor de imprensa, Costa Neto disse apenas estar "tranquilo". Ele foi ao plenário da Casa, registrou sua presença no painel eletrônico, e deixou a Câmara logo em seguida.

Leia mais

Vice-procuradora pede avaliação cardiológica de Genoino

A vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko de Castilho, pediu, por meio de despacho, que uma junta médica especializada em cardiologia avalie as condições de saúde do deputado licenciado José Genoino. Ele está preso no Centro de Integração e Reeducação (CIR), que fica dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde cumpre pena no regime semiaberto por envolvimento no caso do mensalão.

Leia mais

Advogado quer cassar carteira da OAB de José Dirceu após prisão

O advogado Paulo Fernando Melo, de Brasília, entrou com uma representação na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), nesta segunda-feira, requerendo pedido de abertura de procedimento disciplinar ético contra o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.

Leia mais

Os petistas presos em Brasília pelo processo do mensalão José Genoino, Delúbio Soares e José Dirceu enviaram, nesta terça-feira (19), um bilhete aos militantes do PT que estão acampados na entrada do Complexo Penitenciário da Papuda desde domingo (17). Eles agradecem o apoio e "solidariedade política" dos manifestantes. E dizem ainda que não aceitam humilhação. O bilhete, escrito em frente e verso, foi entregue aos militantes por um dos advogados de Delúbio, Luiz Egami.

Assinado pelos três, o bilhete diz: "Companheiros e companheiras a ação de vocês nos sustenta muito, nos alimenta, é a solidariedade política, valor essencial da esquerda. O nosso agradecimento é a luta", e finaliza: "queremos o respeito à lei, não aceitamos humilhação. Preferimos o risco e a dignidade da luta. Com gratidão e muitos abraços e beijos, Genoino, José Dirceu e Delúbio Soares".

O presidente do PT, Rui Falcão, afirmou, ao deixar o Complexo Penitenciário da Papuda, onde visitou os petistas, que o PT não pode destinar recursos do fundo partidário para o pagamento das multas dos condenados do mensalão. No entanto, ele acha que haverá uma "rede de solidariedade entre a militância" para colaborar com o pagamento.

Falcão relatou que o deputado licenciado José Genoino passou nesta terça por uma perícia médica para avaliar seu estado de saúde e obter uma progressão da pena para o regime domiciliar. Os advogados de Dirceu e Delúbio apresentaram hoje uma certidão à Justiça descrevendo as atividades de trabalho realizadas pelos dois para que eles possam entrar, de fato, no regime semiaberto. Rui Falcão disse que os petistas agora estão em condições melhores.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) afirmou ter ficado preocupada com o estado de saúde do ex-presidente do PT e deputado federal licenciado José Genoino (SP), após visitá-lo. Genoino aguarda análise de pedido de prisão de domiciliar com base em seus problemas de saúde. "O Genoino solicitou a prisão domiciliar, é uma questão de saúde e de integridade física. A custódia não pode colocar em risco a integridade física das pessoas", afirmou a deputada ao retornar à Câmara.

Ela afirmou que o colega relatou as dificuldades em tomar medicamentos decorrentes de cirurgia cardíaca realizada em junho e ter uma rouquidão constante há três meses. A deputada esteve também com José Dirceu e Delúbio Soares, que aguardam a autorização para trabalhar fora do presídio. A deputada esteve no presídio junto com Renato Simões (PT-SP), suplente de Genoino.

Senadores do PT vão visitar Dirceu, Genoino e Delúbio

Senadores do PT decidiram nesta terça-feira (19) em reunião da bancada, fazer uma visita de "solidariedade" na quinta-feira (21) aos integrantes do partido que estão cumprindo a pena do processo do mensalão. Eles vão se encontrar com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, com o ex-presidente do PT e deputado federal licenciado José Genoino (SP) e também com o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares.

"É uma visita de solidariedade. Nós tivemos uma convivência com essas lideranças e reconhecemos a importância histórica (delas). São pessoas que conviveram no Parlamento, como ministro, dirigente sindical ou líder do nosso partido. As pessoas precisam desse apoio nessas horas", afirmou o líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI), para quem uma das características do partido é, além da solidariedade, o apoio pessoal, humano e à família.

O líder petista reafirmou os termos da nota divulgada ontem pela bancada. Segundo o comunicado, houve "arbitrariedade" e "ilegalidade" na prisão de Dirceu, Genoino e Delúbio determinada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Segundo ele, o trio deveria começar a cumprir a pena em regime semiaberto, embora tenham ficado desde a detenção até à tarde da segunda-feira em regime fechado. Wellington Dias questionou o fato de os colegas de partido terem sido presos longe de onde moram. "(Criticamos) a forma de espetáculo. Por que trazer todos para o Distrito Federal quando poderiam perfeitamente ficar no sistema dos Estados?", questionou o líder petista.

Mensaleiros recebem visita e parentes de outros presos reclamam de privilégio

José Genoino e Delúbio Soares, presos no complexo da Papuda, em Brasília, receberam na manhã desta terça visita de familiares e amigos. Do lado de fora do presídio, esposas de presos que já aguardam o momento para entrar no local reclamaram da diferença de tratamento. A visita aos presos acontece às quartas e quintas-feiras, mas desde a madrugada algumas mulheres já se posicionam em frente ao portão de acesso da Papuda. A intenção é entrar o quanto antes para ter mais tempo com os maridos e filhos - o tempo da visitação é entre 9h e 17h.

Na manhã desta terça-feira, familiares dos condenados no mensalão tiveram acesso ao local na companhia de parlamentares. "Eu não considero um privilégio. Direitos humanos é um padrão de todos e todas, independente do partido", disse o deputado Paulão (PT-AL), que visitou os petistas pela manhã.

Ele contou que o líder do PT na Câmara, José Guimarães (PT-CE), irmão de Genoino, também foi ao local, além da esposa do deputado licenciado e seus três filhos. A mulher e o irmão de Delúbio também teriam visitado o ex-tesoureiro do PT. "Ela tem que pegar fila como nós, passar pelas mesmas coisas que a gente passa", disse Patrícia (nome fictício), 32. Há 13 anos, ela visita o marido no local, preso por latrocínio.

"É muito constrangedor ficar aqui nessa situação", conta Camila (nome fictício), 22. Há três meses, ela visita o marido na Papuda. Já habituada às exigências para ingresso no local, ela leva numa sacola os itens que tem entrada autorizada: frutas, biscoito, sabão em pó, sabonetes, papel higiênico e pasta de dente.

Banho de sol

Durante a manhã, as duas mulheres presas no processo do mensalão, a banqueira Kátia Rabello e a ex-funcionária de Marcos Valério, Simone Vasconcellos, tiveram direito a banho de sol.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]