i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
resposta

Em nota, Lula repudia tentativa de envolver seu nome na Lava Jato

    • Folhapress Web
    • 28/01/2016 07:07
    Ex-presidente Lula com o Kailash Sathyarti, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2014. | Ricardo Stuckert/ Instituto Lula
    Ex-presidente Lula com o Kailash Sathyarti, ganhador do Prêmio Nobel da Paz de 2014.| Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, por meio de nota de seu instituto, que repudia qualquer tentativa de envolver seu nome em atos ilícitos da Operação Lava Jato .

    Nesta quarta-feira (27), foi deflagrada nova fase da operação para investigar se a empreiteira OAS lavou dinheiro por meio de negócios imobiliários para favorecer o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. Entre os imóveis investigados, está um tríplex no Guarujá que foi reservado a Lula.

    “Lula nunca escondeu que sua família comprou, a prestações, uma cota da Bancoop [Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo], para ter um apartamento onde hoje é o edifício Solaris. Isso foi declarado ao Fisco e é público desde 2006. Ou seja: pagou dinheiro, não recebeu dinheiro pelo imóvel”, afirma a nota divulgada na noite desta quarta.

    SAIBA MAIS: Tudo sobre a Operação Lava Jato

    Nova fase da Lava Jato coloca Lula como alvo ‘provável’ da investigação

    Leia a matéria completa

    Segundo o Instituto Lula, para ter o apartamento de fato, seria necessário pagar a diferença entre o valor da cota e o valor do imóvel, com as modificações e acréscimos ao projeto original. “A família do ex-presidente não exerceu esse direito”, afirma. Portanto, Lula não ocultou patrimônio, não recebeu favores, não fez nada ilegal.”

    A nota ainda diz que “nenhum líder brasileiro teve a vida particular e partidária tão vasculhada quanto Lula”, e que “não será investigando um apartamento [...] que vão encontrar uma nódoa em sua vida”.

    Leia a íntegra da nota do Instituto Lula:

    Lula repudia tentativa de envolvimento em Lava Jato

    O ex-presidente Lula não foi sequer citado na decisão do juiz Sergio Moro e repudia qualquer tentativa de envolver seu nome em atos ilícitos investigados na chamada Operação Lava Jato.

    Nos últimos 40 anos, nenhum líder brasileiro teve a vida particular e partidária tão vasculhada quanto Lula, e jamais encontraram acusação válida contra ele.

    Lula foi preso, sim, mas pela ditadura, porque lutava pela democracia no Brasil e pelos direitos dos trabalhadores. Não será investigando um apartamento - que nem mesmo lhe pertence - que vão encontrar uma nódoa em sua vida.

    Lula nunca escondeu que sua família comprou, a prestações, uma cota da Bancoop, para ter um apartamento onde hoje é o edifício Solaris. Isso foi declarado ao Fisco e é público desde 2006. Ou seja: pagou dinheiro, não recebeu dinheiro pelo imóvel.

    Para ter o apartamento, de fato e de direito, seria necessário pagar a diferença entre o valor da cota e o valor do imóvel, com as modificações e acréscimos ao projeto original. A família do ex-presidente não exerceu esse direito.

    Portanto, Lula não ocultou patrimônio, não recebeu favores, não fez nada ilegal. E continuará lutando em defesa do Brasil, do estado de direito e da Democracia.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

      Receba Nossas Notícias

      Receba nossas newsletters

      Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

      Receba nossas notícias no celular

      WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

      Comentários [ 0 ]

      O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.