Fernando Henrique usou as redes sociais para criticar o governo Dilma. | Tânia Rêgo/Agência Brasil
Fernando Henrique usou as redes sociais para criticar o governo Dilma.| Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) endureceu nesta segunda-feira (17) a o tom da crítica contra o governo Dilma Rousseff e o PT. Em mensagem publicada em redes sociais, o ex-presidente disse que persiste o “sentimento popular de que o governo, embora legal, é ilegítimo” e que a base moral do governo teria sido “corroída pelas falcatruas do lulopetismo”.

PT condena ataques a Dilma e Lula: ‘não escondem propósitos conservadores’

Leia a matéria completa

“Se a própria presidente não for capaz do gesto de grandeza [renúncia ou a voz franca de que errou, e sabe apontar os caminhos da recuperação nacional, assistiremos à desarticulação crescente do governo e do Congresso, a golpes de lavajato [sic]”, escreveu o ex-presidente.

Fernando Henrique menciona, no texto, o boneco do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vestido de presidiário, exibido nas manifestações em Brasília. Para ele, mesmo que Dilma “pessoalmente possa se salvaguardar”, seu governo “sofre contaminação dos malfeitos e seu patrono”, no caso, Lula, e “vai perdendo condições de governar”.

O ex-presidente diz, ainda, que “os conchavos de cúpula só aumentam a reação popular negativa e não devolvem legitimidade ao governo, isto é, a aceitação de seu direito de mandar, de conduzir”, numa menção à articulação do governo com o presidente do Senado, Renan Calheiros, por uma agenda positiva no Congresso como resposta à crise política.

Para FHC, a desarticulação do governo persistirá “até que algum líder com força moral diga [a Dilma], como o fez Ulysses Guimarães, com a Constituição na mão, ao Collor: ‘Você pensa que é presidente, mas já não é mais’”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]