Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Emil Gonçalves, determinou a exclusão do ex-prefeito Barbosa Neto do processo resultante da Operação Antissepsia, deflagrada pelo Ministério Público (MP) em 2011. A informação foi confirmada pelo advogado de defesa, Luiz Carlos Mendes Prado Junior. "Argumentamos, entre outras coisas, que o Ministério Público não teria apresentado indícios mínimos de ato de improbidade que pudesse ser imputado a ele [Barbosa Neto]", explicou.

A Operação Antissepsia investigou um esquema de desvio de recursos e corrupção de agentes públicos da área da saúde. Segundo Prado Junior, o juiz acatou o argumento e entendeu que não havia elementos que sustentassem a acusação de participação do ex-prefeito no esquema. A decisão, no entanto, não é definitiva, já que o MP pode apresentar recurso. A reportagem do JL tentou contato com promotores do MP e com a 2ª Vara da Fazenda Pública, mas não foi atendida.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]