Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Faixa exposta na frente do Supremo: insatisfação contra a decisão de tirar a investigação de Curitiba. | Charles Sholl/Futura Press/Folhapress
Faixa exposta na frente do Supremo: insatisfação contra a decisão de tirar a investigação de Curitiba.| Foto: Charles Sholl/Futura Press/Folhapress

Manifestantes deixaram uma faixa, na manhã desta quinta-feira (24), em frente do Supremo Tribunal Federal (STF) criticando o ministro Teori Zavascki, que concedeu liminar determinando que o juiz Sergio Moro envie para o tribunal as investigações da Operação Lava Jato que envolvem o ex-presidente Lula. A faixa com os dizeres “Teori cabrita do Lulla”, já foi retirada por seguranças do tribunal.

Entenda o alcance da decisão de Teori de tirar o caso de Lula das mãos e Moro

Leia a matéria completa

Desde que concedeu a liminar, Teori passou a ser alvo de protestos. Na noite de quarta-feira (23) também houve manifestação em frente do Supremo. Um grupo levou um caixão com os nomes de Teori, STF e PT e cantou “Olê, olê, STF puxadinho do PT” e “Não vai ter golpe, vai ter Justiça”.

O ministro da Justiça, Eugênio Aragão, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para investigar suposta incitação à violência contra o ministro. Ele também ganhou reforço na segurança pessoal e de sua família.

Na noite da terça-feira, um grupo de manifestantes também deixou uma faixa na porta da residência do ministro em Porto Alegre. “Deixa o Moro trabalhar”, dizia a faixa que foi retirada na manhã de quarta-feira, segundo o portal de notícias G1.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]