i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
investigação

Odebrecht teria bancado reforma de sítio ligado a Lula

    • Da Redação
    • 29/01/2016 08:12
    Ex-presidente Lula: nova polêmica relaciona sítio ligado ao ex-presidente a Odebrecht. | Agência Brasil
    Ex-presidente Lula: nova polêmica relaciona sítio ligado ao ex-presidente a Odebrecht.| Foto: Agência Brasil

    Depois da polêmica em torno do triplex no Guarujá, no litoral de São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vê seu nome envolvido em nova denúncia. Desta vez, de acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a Odebrecht, maior empreiteira do país, teria realizado a maior parte da reforma de um sítio em Atibaia (SP) usado pela família do petista. A reportagem ouviu a ex-dona de uma loja de materiais de construção e um prestador de serviços da cidade.

    A reforma teria começado em outubro de 2010, no fim do segundo mandato de Lula na presidência. À Folha, a Odebrecht informou que fez uma apuração interna e não identificou relação com a obra. O ex-presidente não quis comentar o caso.

    LEIA MAIS: Saiba tudo sobre a Operação Lava Jato

    INFOGRÁFICO: Os detalhes da Operação

    Localizado em Atibaia (SP), o sítio Santa Bárbara, de 173 mil metros quadrados (equivalente a 24 campos de futebol), pertence aos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar, filho de Jacó Bittar, que ajudou Lula a fundar o PT – sócios de Fábio Luís da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente. Lula costuma pescar na propriedade.

    Com a Lava Jato ‘perto’ de Lula, PT prepara ato para defender ex-presidente

    Leia a matéria completa

    As obras incluíram a reforma completa de duas casas, a construção de um pavilhão e de área para churrasqueira, a ampliação de uma piscina e a instalação de um campo de futebol, além da transformação de um antigo lago em dois tanques de peixe.

    De acordo com Patrícia Melo Dias, à época proprietária do Depósito Dias, a Odebrecht gastou cerca de R$ 500 mil na reforma apenas com a compra de materiais. “A gente diluía esse valor total em notas para várias empresas, mas para mim todas elas eram Odebrecht”, disse ela, à Folha.

    Patrícia disse ainda que as obras no sítio foram coordenados pelo engenheiro da Odebrecht Frederico Barbosa.

    O engenheiro confirmou, também à Folha, que tenha trabalhado na reforma. Mas falou que estava de férias da Odebrecht no período, prestou serviços de graça e não tinha conhecimento que o ex-presidente tinha ligação com o local.

    Segundo Patrícia, foi aberto na loja um cadastro em nome da Odebrecht, mas, a pedido do engenheiro, foram imitadas notas de compras feitas pela construtora em nome de outras companhias. Ela também confessou que parte dos materiais foi comercializada sem registro fiscal.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

      Receba Nossas Notícias

      Receba nossas newsletters

      Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

      Receba nossas notícias no celular

      WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

      Comentários [ 0 ]

      O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.