Impeachment da presidente Dilma Rousseff será votado no próximo domingo (17) no plenário da Câmara. | Evaristo Sá/AFP
Impeachment da presidente Dilma Rousseff será votado no próximo domingo (17) no plenário da Câmara.| Foto: Evaristo Sá/AFP

De acordo com levantamento da Gazeta do Povo e do Estado de S. Paulo, a oposição na Câmara atingiu a maioria dos votos necessários para encaminhar o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff para o Senado.

PLACAR: Veja como devem votar os parlamentares no domingo

Até o momento, 342 deputados federais afirmaram que votarão pelo impedimento no próximo domingo (17), exatamente o número necessário. Do outro lado, 127 parlamentares votarão contra – 28 não quiseram responder e 16 estão indecisos.

Dos 30 deputados paranaenses, 23 votarão a favor do impeachment, enquanto seis anunciarão voto contrário – João Arruda (PMDB) não quis responder ao levantamento.

O início da votação no plenário está previsto para as 15 horas. Cada deputado será chamado pelo nome pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e terá dez segundos para declarar o sim, não ou abstenção.

Por determinação do STF, a ordem de votação seguirá o plano de Cunha, por estado, seguindo a ordem Norte-Sul, alternada por estados. Dentro de cada estado, os parlamentares serão chamados em ordem alfabética.

Caso seja confirmado o encaminhamento do processo contra Dilma Rousseff, a Câmara tem o prazo de duas sessões para comunicar a decisão ao Senado. Nesta Casa, os senadores votarão a cassação em dois turnos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]