i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Eleições

PMDB oficializa candidatura de Paulo Skaf a governador de SP

Empresário obteve 596 votos dos 599 delegados peemedebistas presentes à convenção

  • PorFolhapress
  • 14/06/2014 12:11

Na Convenção Estadual do PMDB, realizada neste sábado (14), o partido oficializou a candidatura do empresário Paulo Skaf ao governo paulista com 596 votos favoráveis dos 599 delegados presentes. Houve 3 votos em branco. "Já temos candidato a governador para mudar São Paulo, é o companheiro Paulo Skaf", anunciou o presidente estadual da sigla, deputado Baleia Rossi, que avaliou em 8.000 o número de militantes presentes à convenção. Já o presidente do PMDB, Valdir Raupp, estimou em cerca de 3.000 o número de participantes.

Em entrevista, Skaf comentou o resultado da última pesquisa do Datafolha, que o apontou em segundo lugar na corrida pelo governo de São Paulo, com 21% das intenções de voto -Geraldo Alckmin (PSDB) aparece em primeiro lugar, com 44%. "É normal que o governador esteja em primeiro lugar no Datafolha. O que essa pesquisa mostra é que acabou a polarização que existe há 20 anos aqui em São Paulo. Agora, o PMDB e o PSDB estão polarizados", disse.

Na convenção, Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho e presidente do PDT, sigla que aderiu à candidatura de Skaf, defendeu a presidente Dilma das vaias no Itaquerão na abertura da Copa.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.