Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

SÃO PAULO - A ação penal que apura a de­­núncia sobre o mensalão – es­­quema de pagamento de propina para deputados federais, re­­velado em 2005 – completou na sexta-feira três anos de tramitação no Supremo Tri­­bu­­nal Federal (STF). Desde que a ação foi protocolada, centenas de movimentações processuais foram determinadas pelo relator do caso, o ministro Joaquim Bar­­bosa. Mas o desfecho ainda está distante. Um dos empecilhos para a rapidez no julgamento é justamente o número de pessoas en­­volvidas, além de testemunhas de defesa e acusação. São 38 réus, defendidos por dezenas de advogados, inseridos em um processo com mais de 40 mil páginas. Para agilizar o processo, Barbosa delegou a função de tomar os depoimentos a juízes federais.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]