Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | /
| Foto: /

Após a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55, que institui um teto para os gastos públicos, no Senado nesta terça-feira (13), manifestantes contrários ao governo do presidente Michel Temer (PMDB) protestaram nas ruas em Curitiba , promovendo atos de vandalismo. Muros foram pichados e vidros de bancos quebrados durante o protesto. A sede da Gazeta do Povo também foi alvo de vandalismo e teve os vidros quebrados e paredes pichadas.

Veja mais fotos do protesto contra a PEC em Curitiba

O grupo, convocado pela frente CWB contra Temer se reuniu na Praça 19 de Dezembro, no centro da capital com cartazes contra medida econômica, contra a reforma do ensino médio e da Previdência. Conforme observou a reportagem da Gazeta do Povo, cerca de 400 pessoas participam da manifestação. Vários jovens mascarados participaram, que seguiu da Praça 19 de Dezembro para o terminal do Guadalupe também no centro de Curitiba. No caminho, que passou pelo Colégio Estadual do Paraná e seguiu pela rua Luiz Leão até as proximidades do Teatro Guaíra. Os manifestantes picharam palavras de ordem como “Fora, Temer” e “Abaixo o Capitalismo” por onde passaram.

A Polícia Militar (PM), que não fazia o acompanhamento da manifestação, chegou a parar o protesto na esquina das ruas João Negrão e José Loureiro, mas logo liberou o fluxo. Depois disso, um grupo de policiais passou a acompanhar o protesto de longe, com quatro viaturas. Um grupo entrou na Avenida Marechal Deodoro e quebrou vidros de bancos. Outra parte do protesto seguiu até o Terminal e marchou pela Avenida Visconde de Guarapuava até chegar na rua Lourenço Pinto e, então na sede da Gazeta do Povo. Depois, os manifestantes fizeram o caminho de volta para a Praça 19 de Dezembro onde encerraram o protesto por volta das 22h.

  • Manifestantes picham palavras de ordem pelo centro de Curitiba
  • Manifestantes picham palavras de ordem pelo centro de Curitiba
  • Manifestantes protestam contra a PEC do teto em Curitiba
  • Momento em que a PM passa a acompanhar a manifestação no centro de Curitiba
  • Fachada do Banco Santander na Marechal Deodoro foi quebrada por manifestantes
  • Sede da Gazeta do Povo foi alvo de vandalismo

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]