Senadores e ex-governadores, Alvaro e Requião lideram pesquisa. | Cesar Machado/Gazeta do Povo
Senadores e ex-governadores, Alvaro e Requião lideram pesquisa.| Foto: Cesar Machado/Gazeta do Povo

A primeira rodada de pesquisa de intenção de voto para o governo do Paraná na eleição em 2018 mostra dois senadores do estado disputando a liderança. Roberto Requião (PMDB), que ficou em segundo lugar na campanha do ano passado, aparece em primeiro lugar, com 30,2% das preferências. Alvaro Dias (PSDB), reeleito senador com mais de 4 milhões de votos, aparece empatado tecnicamente com 26,6% das intenções.

Paraná Pesquisas divulga a primeira pesquisa de intenção de voto para o governo do Paraná em 2018

O levantamento foi realizado entre os dias 20 e 24 de junho pelo Instituto Paraná Pesquisas e registrou apenas um cenário. A pesquisa foi estimulada – isto é, os eleitores receberam um cartão indicando os nomes de prováveis candidatos e apontaram um deles como seu possível escolhido, caso a eleição fosse hoje.

Em terceiro lugar na pesquisa aparece o secretário estadual Ratinho Jr. (PSC), com 20,1%. A senadora Gleisi Hoffmann (PT), que ficou em terceiro lugar nas eleições para o governo em 2014, teve 8% da preferência. E a vice-governadora, Cida Borghetti (PP), que poderá disputar a reeleição, caso Beto Richa (PSDB) se afaste para ser candidato ao Senado, teve 1,9%. Dos eleitores ouvidos, 6% dizem não saber em quem votariam e 7,1% rejeitaram todos os nomes apresentados.

Análise

Para o cientista político Emerson Cervi, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), é muito cedo para dizer que esses números vão se traduzir em reais intenções de voto mais para frente. “Tem mais relação com o grau de lembrança dos candidatos. Isso não é intenção de voto, mas aquilo que tecnicamente a gente chama de saliência. O sujeito está na cabeça do eleitor e não é rejeitado, mas não quer dizer que isso vai se converter em votos”, afirma.

Cervi diz que, apesar disso, é possível ver uma “transferência negativa” de popularidade de Richa para Ratinho Jr., que é seu aliado e atual secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano. “A imagem do governador neste momento é muito ruim, e aparentemente isso se transfere para o Ratinho, que é visto como alguém próximo a ele. Mas não quer dizer que isso vá continuar assim”, afirma.

Repercussão

A reportagem tentou contato com todos os citados na pesquisa. Roberto Requião informou por meio de sua assessoria de imprensa que não comentaria os resultados. Alvaro Dias disse que, no momento, está mais ocupado com a crise política em Brasília e que “não seria certo” falar sobre eleições futuras “em um momento delicado como esse para o futuro do país”. A Gazeta do Povo não conseguiu contato com a assessoria de Ratinho Jr.

Por meio de sua assessoria, Gleisi Hoffmann afirmou que não comentaria os números. Já Cida Borghetti disse que “a pesquisa reflete o recall de eleições majoritárias recentes”. “Fico feliz com a lembrança do meu nome. Meu compromisso é trabalhar pelo desenvolvimento do Paraná e de sua gente, e ter o reconhecimento no momento adequado.”

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]