Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Walter Alves/ Gazeta do Povo
| Foto: Walter Alves/ Gazeta do Povo

A bancada do PT irá se reunir nesta terça-feira para definir o deputado que irá disputar a presidência na Câmara dos Deputados. Os candidatos são Cândido Vaccarezza (SP), líder do governo na Câmara; Arlindo Chinaglia (SP), ex-presidente da Câmara; e Marco Maia (RS), vice-presidente da Casa. Na semana passada, PT e PMDB assinaram um acordo prevendo a alternância da presidência da Câmara. No primeiro biênio, um petista assumirá o posto. O acordo não inclui a presidência do Senado. O PT elegeu 88 deputados e o PMDB, 78. Segundo o partido, também será definido no encontro de manhã o líder do PT na Câmara na próxima legislatura. São candidatos ao cargo Jilmar Tatto (SP), José Guimarães (CE) e Paulo Teixeira (SP). Até fevereiro, fica no cargo o deputado Fernando Ferro (PE).

Farra das passagens

Na próxima terça-feira, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados ouvirá testemunhas relacionadas ao caso do deputado Paulo Roberto Pereira (PTB-RS), acusado de manter funcionários-fantasmas em seu gabinete e de vender passagens aéreas da cota parlamentar. Foram convidados, entre outros, o ex-chefe de gabinete Luiz Nogueira e o ex-deputado federal Bernardino de Oliveira.

Cúpula do Mercosul

Na próxima quinta-feira, dia 16, integrantes da Mesa Diretora do Parlasul participam, em Foz do Iguaçu, de reunião do Conselho do Mercado Comum, órgão decisório do Mercosul. No dia seguinte, a Cúpula dos Presidentes deve discutir a adoção do Estatuto da Cidadania do Mercosul, que contará com medidas como a unificação dos registros de carteiras de identidade e de matrículas veiculares dos quatro países envolvidos – Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai.

Meio século de xilindró

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado discutirá o aumento do tempo máximo de prisão permitido no Brasil de 30 anos para 50 anos. Tramitam conjuntamente, em caráter terminativo, quatro projetos de lei do Senado (PLS) tratando deste assunto. Todos eles são relatados pela senadora Kátia Abreu (DEM-TO), que deve apresentar um projetos substitutivo. O texto proposto pela senadora estabelece que a privação de liberdade não será superior a 30 anos caso o condenado tenha mais de 50 anos ao iniciar seu cumprimento.

Palácio no Twitter

O ex-governador Roberto Requião tem usado o Twitter para criticar a reinauguração do Palácio Iguaçu, sede do Executivo paranaense, prevista para o próximo sábado, dia 18. "Eu determinei e fiz a reforma do Palácio Iguaçu. Não tenho nada ver com a palhaçada da inauguração", disse Requião. Em outra mensagem, o ex-governador ironizou o fato do nome da primeira-dama, Regina Fischer Pessuti, estar no topo do convite, especulando se o governador Pessuti será mesmo o anfitrião. "Não, ela é que leva o marido". No fim de semana, disse ainda que não se responsabiliza pelo aumento de 32% no custo da obra, que alcançou R$ 31 milhões. "Não tenho a menor ideia do porquê do aditivo para a reforma do Palácio Iguaçu."

Pinga-fogo

"Em um ano, é possível resolver os principais problemas do Porto de Paranaguá, com dragagem, reformas nos terminais, equipamentos mais modernos de embarque."

Norberto Ortigara, escolhido para secretário da Agricultura da gestão Beto Richa, numa demonstração de que as cobranças ao secretário de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa, devem partir de todos os lados.

Colaboraram Alexandre Nascimento e José Rocher.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]