10 dicas para dar banho no pet em casa (sem muita bagunça!)

Em tempos de economia, uma das soluções para reduzir os custos é dar banho no animal de estimação em casa. Confira as dicas para um banho seguro e tranquilo

(Foto: Bigstock)

Dar banho no animal de estimação não precisa ser uma guerra contra a bagunça! Confira as dicas da psicóloga canina Cláudia Pizzolatto, especializada em comportamento animal da BitCão, para deixar o momento mais tranquilo e seguro.

 

1. Xixi antes. Não coloque seu animal de estimação na água sem antes dar um passeio rápido para que ele possa se aliviar. Acredite, essa dica é valiosa.

2. Organize os produtos.  Separe tudo que você vai precisar para o banho, desde o xampu, escova, toalha e panos. Deixe os produtos à mão, na ordem de uso: xampu, escolha, panos e toalhas. Assim, não corre o risco de deixar sozinho o animal molhado e doido para fugir, só porque esqueceu algo importante.

3. Recompense. A cada etapa bem sucedida do processo (passou o xampu, esfregou, tirou o xampu, e por aí vai), premie o pet. Tudo fica melhor com uma recompensa.

4. Cheire à vontade. Cachorros gostam de conhecer bem os espaços onde estão sendo levados, portanto deixe que ele cheire todo o local, inclusive o equipamento que será usado no banho. Luvas, banheira, vidro de xampu, escova, entre outros. No final, dê um petisco pelo bom comportamento.

5. Concentre a bagunça. Se as experiências anteriores mostraram que, além do animal de estimação, o banheiro também parece ficar todo molhado, invista em um chuveirinho manual. Dar banho de chuveirinho no cão é mais fácil do que embaixo do chuveirão.

6. Não tropece. Ninguém merece, justo no fim do banho, levar aquele tombo dentro do box. Um tapete de borracha bem preso ao chão vai fazer com que tanto o animal quanto você estejam mais seguros.

7. Evite a maratona. Para que seu cachorro não saia correndo desesperado, como um maratonista, procure dar banho em um lugar que você possa fechar a porta. Se não puder banhar em um lugar fechado, escolha um espaço abrigado do vento, e não deixe a água nem muito quente e nem muito fria – especialmente se for filhote, senhorzinho ou senhorinha.

8. Tenha paciência. Banho nem sempre é algo muito confortável para o pet. Tenha paciência e seja gentil com seu amigo, dando tempo para ele se acostumar ao banho.

9. Mantenha as pulgas longe! Faça uma “coleira de espuma” em volta do pescoço para evitar que as pulgas corram todas para a cabeça do animal. Depois, massageie o xampu do pescoço até o rabo. Volte para a cabeça e finalize.

10. Confira a limpeza. Enxaguar bem, até que a água saia bem limpinha e o pelo esteja sem nenhum sinal de resto do xampu. Depois, não economize na qualidade da toalha. Quanto maior e mais felpuda, melhor ela vai enxugar o animal. Faça desse momento a hora da recompensa pelo bom comportamento, ou pela tolerância ao banho.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário