Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Cinco ações simples para deixar o cão sozinho em casa mais tranquilo

Dicas são de adestradores e especialistas em comportamento canino

Deixar seu cachorro sozinho em casa requer muitos cuidados. Veja as principais dicas de especialista. Foto: Pixabay

No dia a dia corrido, muitas vezes não conseguimos levar os cachorros para sair ou em um local pet friendly, e eles acabam passando períodos longos sozinhos.

Veja cinco ações para cuidar do seu cachorro e deixá-lo mais tranquilo,  mesmo não estando em casa:

 1 – Enriqueça o ambiente com brinquedos

Ficar sozinho em um espaço restrito não faz muito sentido para os cães, diz Daniele Graziani, médica veterinária comportamentalista. “O enriquecimento ambiental, ou seja, oferecer no ambiente a oportunidade de viver experiências divertidas é de extrema importância”. Para isso,  há brinquedos específicos para estimulação dos sentidos dos cachorros no mercado.

Caroline Filipaki, médica veterinária da  Zee Dog, frisa que todos os brinquedos devem ser de materiais atóxicos: “seja pelúcia, borracha natural, nylon. Quando o assunto é brinquedo para cachorro, o material deve ser atóxico”.

>>Tem um cachorro? Inscreva ele para o concurso que vai eleger o Cachorro do Ano! 

Caso seja possível, quando sair de casa, deixar o cão com algo especial (um bichinho ou bolinha que ele não tenha acesso sempre no dia-a-dia). É um estímulo a mais para que ele não se sinta tão sozinho.

Enriquecer o ambiente com brinquedos antes de sair é a primeira dica para deixar seu cão mais tranquilo em casa sozinho. Foto: Pixabay

2 – Estabeleça uma rotina de passeios 

Passear com seu cachorro antes de deixar ele sozinho em casa estimula o hormônio que reduz a ansiedade. Foto: Pixabay

É importante passear pelo menos duas vezes por dia com seu cachorro, segundo Felipe Bezuska, adestrador há cinco anos. Por tanto, antes de deixar seu pet sozinho em casa, o ideal é já ter passeado com ele uma vez. Daniele lembra que passeios são importantes, pois o ato de caminhar estimula a produção de hormônios que reduzem ansiedade e aumentam o bem estar.

3- Evite despedidas e “festas” ao chegar em casa 

Latir demais pode ser causa da síndrome da separação com o dono. Foto: Pixabay

Seu cachorro  está latindo mais do que seu instinto natural e atrapalhando os vizinhos? Para Daniele, esse é um dos sintomas da chamada ansiedade da separação, quando o cachorro sofre em demasia com a ausência dos tutores. Nesse caso é importante tentar fazer com que o ato de chegar não seja uma festa,  explica Leandro Rafael Alves, adestrador da empresa Cão Cidadão há três anos.“O dono do cachorro não deve dizer que já volta, ou dar tchau, pois o cão acaba ficando mais ansioso com a situação. Na volta, também não se deve fazer festa. Desta forma, a chegada do tutor se torna algo muito esperado pelo cão”.

4 – Mantenha a saúde do animal em dia 

Visitas periódicas aos veterinários garantem uma melhor qualidade de vida do seu cachorro. Foto: Bigstock.

Visitas periódicas ao médico veterinário, antipulgas e vermífugos em dia, são essenciais para que seu cachorro tenha uma ótima qualidade de vida e fique sozinho em casa tranquilamente poir alguns períodos. A ração é outro ponto de atenção:  a quantidade oferecida deve ser de acordo com o peso, na quantidade ideal por dia, identificada também pelo veterinário.

5 – Se comunique com o pet 

A boa comunicação com seu cachorro faz toda diferença no dia-a-dia dos dois. Foto: Pixabay

A comunicação com seu cachorro é outro item importante. Daniele realça que dedicação e paciência são indispensáveis para cuidar. “Necessidades atendidas e comunicação clara podem criar uma relação maravilhosa de confiança. Eles são seres incríveis com vontades próprias, e são capazes de se comunicar conosco de maneira sem igual”.

Concurso Cachorro do Ano

Já inscreveu o seu pet no concurso Cachorro do Ano da Gazeta do Povo? As inscrições para eleger o cão mais fofo de Curitiba seguem até 14 de outubro. Para participar é simples: é só cadastrar dados pelo site, enviar uma foto do pet e torcer! Cada tutor pode inscrever até três cães.  A 1ª votação popular vai de 17 a 31 de outubro e a 2ª, com os 20 mais votados, de 5 a 18 de novembro. O resultado sai no dia 1º de dezembro e o campeão vai estrelar a capa da Revista Viver Bem Animal.

LEIA TAMBÉM: 

8 recomendações para você

Deixe seu comentário