Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Conheça os nomes de cachorros e gatos mais usados pelos donos

Curtos e que traduzam a personalidade do pet são sempre as melhores escolhas

No momento da escolha, o ideal é reunir toda a família para decidir o melhor nome. Fotos: Bigstock

Depois de escolher qual pet se encaixa melhor na rotina, a segunda preocupação de um dono é definir por qual nome ele será chamado. Porém ao contrário do que se pensa, não é tão simples nomear o animal de estimação. “A maioria dos bichos associa a entonação de voz ao seu comportamento e com isso obedece aos comandos e chamados do dono ao longo do tempo”, salienta a médica veterinária do pet shop Bicho Mimado, Michelle Arzua.

LEIA MAIS

>>> Até para o seu pet, o osso pode ser duro de roer

>>> Curitiba tem hotel pet friendly na categoria budget

>>> Guia de primeiros socorros para o seu pet

A especialista ressalta que, devido a essa associação, é importante tomar alguns cuidados na hora de fazer a escolha. Nomes muito longos ou que lembrem de alguma forma algum comando ensinado, devem ser evitados. “Como o seu pet não entende que o que você fala é o seu nome, mas sim algo associado a ele, nomes muito longos não são compreendidos e isso se torna confuso para o bicho”, exemplifica Michelle.

Nomes para o mascote que são difíceis de pronunciar ou que são muito similares a algum membro da família podem ser um problema, pois farão com que o pet demore mais tempo para assimilar ou se acostumar.

Envolva a família

No momento da escolha, o ideal é unir toda a família para que juntos decidam o melhor nome. “Adultos e crianças devem estar envolvidos e é importante nomear o pet com algo significativo para a família e que lembre características dele”, completa a especialista, “dar apelidos também é uma ótima alternativa”.

Se a pessoa adotou um animal de estimação e ele já tinha um nome, evite fazer a troca. Mudar pode deixar o pet muito confuso.

Não dê nomes parecidos com comandos de adestramento:  como “Delta”, que lembra “deita”.

Não dê nomes parecidos com comandos de adestramento: como “Delta”, que lembra “deita”.

Fique atento

Para não ter erro e acabar tendo problemas com o nome do seu pet, fique atento:

O nome escolhido também será usado em ambientes públicos, tenha isso em mente quando estiver escolhendo como irá chamá-lo.

Não dê nomes parecidos com comandos de adestramento. Por exemplo: “Delta” é muito similar a “Deita” e pode confundir o animal.

Observe o animal. O nome deve refletir sua personalidade e o tamanho dele também. Muitas vezes, nomes diminutivos dados quando ele é filhote podem não fazer o menor sentido se ele crescer muito.

Quanto mais cedo você começar a chamar seu bicho pelo nome, mais cedo poderá ensinar ao pet alguns comandos que você gostaria que ele aprendesse.

Mais populares

Ranking dos nomes mais populares no Brasil, segundo pesquisa do Sindicato da Indústria de produtos para Saúde Animal:

Cachorros

1.º – Mel

2. º – Nina

3.º – Billy

4. º – Bob

5. º – Susi

6. º – Princesa

7. º – Rex

Gatos

1.º – Mimi

2.º – Mel

3.º – Kito

4.º – Nino

5.º – Belinha

6.º – Chiquinha

7.º – Fredy

8 recomendações para você

Deixe seu comentário