Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Vencedor do Cachorro do Ano 2018: conheça Oreo, o campeão tranquilo e amoroso

O dogue alemão de 60 quilos recebeu 399.999 votos na competição, que teve mais de 2 mil cães inscritos

Oreo Cachorro do AnoOreo recebeu 399.999 votos no concurso. Foto: Letícia Akemi/Gazeta do Povo.

O grande campeão do Concurso Cachorro do Ano 2018 chama atenção principalmente [mas não só] pelo seu tamanho: o dogue alemão de 60 quilos, que acaba de completar um ano, ganhou de aniversário o primeiro lugar na competição; ele teve 399.999 votos na segunda fase.

>> Cachorro do Ano 2018: veja quem são os 20 finalistas classificados

Bárbara Franzolin, tutora de Oreo, encontrou o cachorro logo que se mudou para Curitiba: a designer gráfica de 23 anos, que trabalha também com transmissão de jogos on-line, se mudou para a capital por causa do namorado, Felipe, que conheceu na internet. “Namoro o Felipe faz dois anos e oito meses. Ele era fã das minhas transmissões, viramos amigos e nos apaixonamos. Namoramos a distância por dois anos e estamos morando juntos nesses últimos oito meses em Curitiba. Quando me mudei, estava procurando um cãozinho em anúncios e encontrei o Oreo. Me apaixonei demais!”, relembra.

O nome Oreo, segundo sua tutora é porque ele parece com a bolacha, e é “recheado de amor”, diz. No comentário de inscrição do concurso, sobre o motivo do cachorro merecer o título, Bárbara brincou: “o Oreo prova que não é nem biscoito, nem bolacha, é cachorro mesmo!”.

Como Bárbara só conhecia o namorado quando veio para Curitiba, Oreo acabou tornando-se seu companheiro para tudo, seja passar o dia na cama ou ir a bares petfriendlys: “Está sempre comigo, é meu melhor amigo. Me faz rir de simplesmente tudo, é muito puro, brincalhão e carinhoso. Ah, e meu namorado que me perdoe, mas a conchinha com o Oreo é a melhor de todas”, conta Bárbara rindo.

Em apartamento?

Oreo

O dogue alemão Oreo e a tutora Bárbara. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.

Acreditem: Oreo mora com Bárbara e Felipe em um apartamento. O tamanho não é um fator que atrapalhe ou deixe o cão desconfortável, garante a tutora. “Ele é super tranquilo, nossos vizinhos só descobriram que tínhamos cachorro depois que viram ele no corredor. Antes nem imaginavam”, relata.

Segundo especialistas, o dogue alemão é uma raça muito companheira e preguiçosa; por isso, o espaço acaba não sendo um fator determinante. Porém, Bárbara e Felipe são conscientes e sabem que é preciso passear e prover exercícios para Oreo diariamente. “O Oreo adora passar o dia do nosso lado, seja brincando com seus brinquedos nos nossos pés enquanto trabalhamos ou de conchinha na cama assistindo Netflix”, conta Bárbara.

No apartamento do casal, a única coisa que eles tiveram de adaptar e sempre tomar cuidado é a altura que deixam as coisas. “Ele é mais alto que todas as mesas e consegue facilmente ter acesso a qualquer coisa que colocamos em cima. Apesar de ter sido educado a não mexer, sempre tentamos não vacilar”, comentam os tutores de Oreo.

Muita comida e gravetos

Oreo come um quilo de ração todos os dias. Bárbara diz que gostaria de adotar uma dieta mais natural para ele, mas segundo pesquisou, teriam que ser dois quilos e meio de carne todos os dias. “Seria como fazer um churrasco para os amigos todos os dias, impossível”, comenta.

Cachorro do Ano Oreo

Oreo, durante o concurso Cachorro do Ano, com a chihuahua Rhanna, uma das finalistas. Foto: Aniele Nascimento/Gazeta do Povo.

Algumas das especialidades de Oreo, segundo Bárbara é, literalmente, sentar no sofá e encontrar gravetos em todos os lugares em que passeiam.  E não importa o tamanho. “Uma vez ele pegou quase um tronco que encontrou na rua e começou a andar e chacoalhar o graveto, todo feliz com aquilo do meu lado. Vi que poderíamos ter um acidente a qualquer instante. Então, pensei em chamá-lo para tentar pegar da boca o achado. Quando eu chamei, ele virou a cabeça com tudo e o gravetão foi com toda força na minha barriga! E ainda por cima, na hora que eu gritei, ele achou que eu estava brincando e ficou pulando mais feliz ainda. Ele foi tão inocente na atitude que eu não consegui ficar brava, comecei a rir! Mas doeu para caramba. Gravetos gigantes só longe de mim agora”, recorda Bárbara.

Hoje, além de Oreo, Bárbara e Felipe têm mais quatro chinchilas, um hamster e um peixe betta: “Todos se dão muito bem entre si, são irmãozinhos”, brinca Bárbara.

Oreo ficou também em primeiro lugar na primeira fase de votação popular, com 96.553 votos.

Prêmios

Oreo foi premiado com um kit especial Special Dog, tratamento Nexgard  por 1 ano, Voucher Hills  de R$ 300 no Rei dos Animais, pacote de 10 quilos de ração Hills Pet Science, 1 vectra proteção contra pulgas e antivermes Canex Premium, brinde especial Rei dos Animais, kit especial primus e quadro com a foto inscrita no Cachorro do Ano.

Os demais 17 finalistas ganharam kit especial Special Dog e Primus, brinde especial Rei dos Animais e também um quadro com a foto inscrita no Cachorro do Ano.

Revista

Oreo, o 1º colocado, será capa da revista Viver Bem Animal — que circula no dia 8 de dezembro para assinantes Gazeta do Povo.  Laila e John Snow, segundo e terceiro colocados, também estarão na revista.

Agradecemos a todos que cadastraram seus cachorros, votaram, ajudaram e apoiaram essa causa!

LEIA TAMBÉM : 

8 recomendações para você

Deixe seu comentário