Gatos precisam de comedouro especial para os bigodes

‘Fadiga dos bigodes’ pode ser evitada com pratos de ração especiais para os gatos, o que evita que os bigodes entrem em contato com o pote

(Foto: Divulgação)

A hora da refeição nem sempre é o momento mais agradável na vida de um gato. Devido ao excesso de sensibilidade nos bigodes, os felinos se irritam quando estes encostam na borda de pratos e potes de ração, confundindo as informações que enviam ao cérebro sobre o ambiente em que se encontram, e causando a chamada ‘Fadiga dos Bigodes’.

Os bigodes dos gatos, também chamados de vibrissias, são muito mais do que apenas pelos grossos – são órgãos sensoriais ou receptores táteis, de acordo com Cláudia Pizzolato, especialista em comportamento animal da BitCão, loja virtual dedicada a cães e gatos.

Leia mais

Será que eu tenho TOC? Veja os sintomas!

Pets podem visitar doentes em hospitais no Paraná

Como ajudar animais abandonados doando uma nota fiscal

 

“Esses receptores são conectados aos músculos da face e ao sistema nervoso que enviam para o cérebro diversos sinais para ajudar o felino a entender o ambiente. São esses bigodes que ajudam os gatos a terem noção de espaço e orientação. Também são sensores de movimento, capazes de detectar a menor mudança de direção do vento, ou ondas de som e vibrações”, explica a especialista.

Quando os bigodes entram em contato com os potes de ração, os felinos acabam comendo a ração que está no meio da tigela, mas deixando a borda cheia de grãos, reclamando por comida. Ou levam muito tempo para comer uma porção pequena e há ainda os gatos que puxam a comida para fora do prato, com a pata, ou mesmo com a boca, sujando tudo ao redor. 

Existem no mercado opções de comedouros específicos, que ajudam o gato no momento da refeição. Os pratos têm formato ergonômico, que facilitam a alimentação do bichano. Uma dessas opções é o Dr. Catsby’s, que é feito de aço inoxidável e com um tapete antiderrapante.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

8 recomendações para você

Deixe seu comentário