Fumante escreve obituário como alerta no dia de sua morte: “eu era um idiota”

O norte-americano Geoff Turner contraiu câncer de pulmão em novembro de 2018 e faleceu no último dia 13 de fevereiro

Antes de morrer homem diz para as pessoas pararem de fumar. Foto: Reprodução.Antes de morrer homem diz para as pessoas pararem de fumar. Foto: Reprodução.

Depois de fumar durante quatro décadas e contrair câncer de pulmão em novembro de 2018, um administrador norte-americano escreveu seu próprio obituário para alertar outros fumantes no dia de sua morte. “Eu era um idiota que tomava a mesma decisão idiota, dia após dia, várias vezes por dia”, afirmou Geoff Turner, de 66 anos, no texto.

>>Um terço dos adolescentes experimenta cigarro antes dos 12 anos

O administrador faleceu dia 13 de fevereiro na cidade de Albany, no estado de Nova York, e sua filha Sarah Huiest publicou a mensagem nas redes sociais do pai para informar amigos e parentes a respeito do falecimento e convidá-los para o funeral. “Ele escreveu este convite e queria que eu o enviasse para você”, informou a jovem na postagem.

No texto, o pai afirmava que a “satisfação momentânea” trazida pelo cigarro não valeram a dor e o sofrimento causados à sua família e que o vício apenas fez com que desperdiçasse dinheiro, se afastasse das pessoas que amava e ainda destruísse seu corpo. Turner faleceu dois meses após receber o diagnóstico de câncer de pulmão.

“Eu fiz muitas coisas boas, ajudei muitas pessoas e até mesmo tive uma vida decente. Mas, no final, eu era um perdedor que falhava comigo mesmo e com todos que estavam perto de mim”, escreveu.  

Geoff Turner morreu de câncer de pulmão e usou seu obituário para incentivar outros fumantes a deixar o vício. Foto: Reprodução/Facebook

Segundo a postagem, ele gostaria que muitos eventos e conquistas de sua vida  ainda pudessem ser compartilhados com entes queridos. No entanto, o cigarro encurtou o tempo disponível para isso.

“Não seja idiota. Se você é um fumante, saia agora. Sua vida depende disso e aqueles que você ama dependem da sua vida”, finalizou Tuner.

O administrador ainda decidiu doar seu corpo para pesquisas no Albany Medical College e, no lugar de coroas de flores para o funeral, solicitou na postagem que seus amigos realizassem doações para a Sociedade Americana de Câncer.

Chance de câncer em fumantes

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Nacional do Câncer, dos Estados Unidos, e divulgada pelo Journal of the American Medical Association (JAMA) em 2017 afirmou que fumar um cigarro todos os dias aumenta em 64% o risco de morte prematura. Já para quem costuma fumar até 10 cigarros diariamente, o risco sobe para 87%, em relação a não fumantes.

O estudo acompanhou mais de 290 mil norte-americanos e mostrou que a chance de desenvolver câncer de pulmão também aumenta nove vezes entre as pessoas que fumam um cigarro por dia e 12 vezes entre fumantes de até 10 cigarros diários, em comparação a quem não fuma.

Além do câncer de pulmão – que afetou Geoff Turner – o Instituto Nacional do Câncer (Inca) afirma que o tabagismo causa outros 11 tipos diferentes da doença, e diversos órgãos do corpo humano são afetados negativamente pelo cigarro, inclusive a bexiga.

Como parar?

Quem deseja parar de fumar deve procurar a Unidade Básica de Saúde perto de casa, pois o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito aos dependentes da nicotina.

Os medicamentos disponibilizados pelo Ministério da Saúde para o tratamento do tabagismo na Rede do SUS são os seguintes: Terapia de Reposição de Nicotina (adesivo transdérmico e goma de mascar) e o Cloridrato de Bupropiona.

LEIA MAIS

8 recomendações para você

Deixe seu comentário