Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

Mãe invade palco para dançar com filho que chorou durante apresentação da escola

Davi Lucca, de cinco anos, ficou sem dupla durante uma apresentação de dança da escola e contou com a ajuda da mãe para concluir a performance

Davi Lucca, de 5 anos, teve um imprevisto na apresentação da escola, mas contou com a ajuda da mãe. Foto: arquivo pessoal

O que uma mãe faria ao ver o filho de cinco anos baixar a cabeça e começar a chorar devido a um imprevisto na apresentação de dança da escola? Algumas, talvez, ficassem revoltadas e arrumassem briga com as professoras. No entanto, uma mãe da cidade de Bragança Paulista, em São Paulo, decidiu subir no palco junto com o filho, emocionando quem estava presente e quem assistiu às imagens pela internet. O vídeo foi gravado na noite da última terça-feira (11) e até a manhã desta sexta-feira (14) já contava com mais de 9 milhões de visualizações e 250 mil compartilhamentos.

Nas imagens, o pequeno Davi Lucca entra no palco com os demais colegas e se posiciona no meio do cenário, pronto para a performance. Ele começa a dançar ao som das músicas que tocam, mas um imprevisto o incomoda: alguns passos seriam apresentados em dupla e, por algum motivo, a criança que dançaria com ele não compareceu.

<< Este vídeo do Papai Noel vai fazer você querer aprender libras de graça

Diante da situação, o garoto olha para os lados e fica parado, completamente sem ação. “Eu não tinha acompanhado nenhum ensaio e não sabia que eles dançariam em duplas. Então, quando vi o que estava acontecendo, tentei incentivá-lo a se unir aos colegas que estavam do lado”, relata a mãe Tabata de Oliveira Tavares, de 25 anos, que assistia tudo sentada nas primeiras fileiras.

Só que os colegas que estavam perto do pequeno Davi também não sabiam como proceder e o garoto continuou sozinho. “Nessa hora, vi que ele baixou a cabeça e começou a chorar. Eu já comecei a chorar junto e levantei na hora porque tinha que fazer alguma coisa”.

Enquanto a mãe se aproximava, uma educadora da escola tirou o garoto da parte central do palco e começou a conversar com ele na tentativa de acalmá-lo. “Então, pedi para dançar com ele, e a coordenadora me deu total liberdade para fazer isso. Mesmo chorando pelo que tinha acontecido, esqueci tudo e só me preocupei em alegrar meu filho”.

Sem conhecer a coreografia, Tabata olhava as crianças ao redor e tentava acompanhá-las nos passos de dança. Rapidamente, o pequeno Davi entrou na brincadeira e ainda deu uma “aulinha” para sua nova dupla. “Ele falou que eu estava fazendo muito rápido e que era para dançar mais devagar”, comentou a mãe, que afirma ter agido por instinto.

“Eu nem olhava as pessoas sentadas. Só me preocupava em fazer meu filho feliz naquele momento”.

A apresentação improvisada foi filmada pelo marido Michel Robson das Chagas, que publicou o vídeo em sua página no Facebook na manhã de quarta-feira (12) com uma homenagem à esposa. “O que uma mãe é capaz de fazer por um filho. Parabéns pela atitude, amor!”, escreveu na postagem.

Tabata com o esposo Michel e os filhos Davi e Lorenzo. Foto: Arquivo Pessoal

Rapidamente, a publicação recebeu centenas de comentários e compartilhamentos, viralizando nas redes sociais. “Jamais imaginei que daria tanta repercussão. Inclusive, tem várias mães entrando em contato comigo me parabenizando e dizendo que transmiti força a elas. Isso é gratificante porque eu fiz o que tinha que fazer”, afirmou a mãe.

Ação correta da escola

Tabata também agradece à educadora pela tentativa de acalmar o garoto e pela liberdade que lhe concedeu de acompanhar o Davi no palco. “Ela agiu da forma correta e ainda trouxe meu filho para o cantinho, comigo. Já pensou se eu tivesse que dançar com ele no meio do palco? Não ia dar certo”, brincou.

Clique na imagem abaixo e assista:

LEIA MAIS

8 recomendações para você

Deixe seu comentário