Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Menina emociona ao pagar em dobro contribuição na escola: “para quem não puder”

Ao entregar sua colaboração de R$ 3 para os chocolates de páscoa da classe, a aluna Anita Kauana, de oito anos, decidiu  doar outros R$ 3 reais para uma criança carente  

menina-doa-tres-reais-destaqueCom vergonha de falar a respeito da doação na frente dos colegas, Anita escreveu um bilhete explicando a destinação do dinheiro e entregou à professora. Foto: Ana Paula de Alvarenga

Anita Kauana Alvarenga, de 8 anos, conversava com os pais na última sexta-feira (29) na cidade de Cruzília, Sul de Minas Gerais, quando teve uma ideia que emocionaria sua família, a professora e os colegas de sala de aula. “Ela trouxe um bilhete da escola solicitando uma contribuição para a lembrancinha de Páscoa que será entregue aos alunos e nós começamos a comentar a respeito das crianças carentes que só vão ganhar esse chocolate”, relata a mãe Ana Paula de Alvarenga, de 35 anos.

>> Bebê nasce com mancha rara no rosto e mãe faz apelo contra preconceito

Segundo ela, no momento em que a filha ouviu aquilo, a vontade de colaborar surgiu. “Na hora, ela perguntou se poderia entregar o valor dela e de mais uma criança que não tivesse condições financeiras para ajudar, e nós dissemos que sim”, afirma a auxiliar administrativa, que entregou R$ 6 à menina.

Com vergonha de falar a respeito da doação na frente dos colegas na sala de aula, Anita escreveu um bilhete explicando a destinação do dinheiro e entregou à professora Taciana Ferreira Martins, de 38 anos, durante a aula. “Ela pediu que eu lesse aquele bilhetinho, mas na hora eu imaginei que fosse apenas o dinheiro enrolado em uma folha de papel”, comentou a educadora, que se emocionou quando parou para ler o que a criança havia escrito.

“Ela falava que R$ 3 eram dela e que os outros R$ 3 eram para uma criança que não tivesse dinheiro. Quase chorei de emoção quando vi aquilo”.

anita-e-professora

A professora Ticiana se emocionou tanto com o bilhete escrito pela estudante Anita que decidiu mostrar para todo mundo. Foto: Marlene Morais

Nos dez anos em que atua como professora da rede estadual de ensino, Taciana estava acostumada a solicitar colaborações espontâneas para lembranças em datas comemorativas, mas nunca havia passado por uma situação semelhante. “Nós fazemos esses pedidos justamente porque temos alunos carentes na escola e queremos que eles recebam uma lembrança igual aos demais, mas ainda não tinha visto um dos estudantes se solidarizar dessa forma por meio de um bilhete”.

Por isso, a docente parabenizou a aluna pela ação, leu o bilhete na classe do 4º ano e mostrou aos outros professores. “Muita gente se emocionou comigo”, conta Taciana, que ainda postou a imagem no seu Facebook na última sexta-feira (28).

Em menos de uma semana, a publicação recebeu mais de 150 mil curtidas e quase 100 mil compartilhamentos, surpreendendo a família da garota. “Era para ser algo anônimo, mas tomou uma proporção gigante”, afirmou a mãe Ana Paula, que incentiva outros pais a também ensinarem solidariedade aos filhos.

“Isso precisa ser algo normal. A gente tem que ensinar as crianças a doar roupas e brinquedos que não usam mais, e a ajudar o coleguinha que precisa. Temos que plantar esses valores hoje para colhermos amanhã”, afirmou a moradora de Cruzília, que torce para que a postagem traga essa mudança. “Já pensou se cada pessoa que curtiu a postagem fizer algo assim? Parece um gesto pequeno, mas pode significar muito para alguém”, finaliza.

LEIA MAIS

8 recomendações para você

Deixe seu comentário