Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
O método promete exercitar o autocontrole nos adultos. Foto: Bigstock
O método promete exercitar o autocontrole nos adultos. Foto: Bigstock| Foto:

É comum que os pais sintam culpa ao exagerar na bronca com os filhos. Quando a repreensão envolve gritos e rispidez por motivos pequenos, a sensação de arrependimento é ainda maior. A blogueira norte-americana Kelly Holmes decidiu que não era justo descontar nas filhas suas crises de estresse e, por isso, aplicou um método inusitado para exercitar seu autocontrole: durante alguns meses, ela utilizou cinco elásticos no pulso e ficou impressionada com o efeito positivo que técnica teve no seu relacionamento com as crianças.

Ela explicou o funcionamento do método :

– Assim que as crianças acordarem, a mãe deve colocar os cinco elásticos em um dos pulsos. Segundo Kelly, é importante que este passo seja feito todos os dias em vez de apenas deixá-los nos braços o tempo todo. A ideia é habituar o cérebro e lembrar diariamente o motivo pelo qual você os usa. Por isso, o ideal é utilizar os elásticos apenas na presença das crianças e retirá-los quando estiver trabalhando fora ou quando os filhos estiverem na escola.

– Ao se perceber brigando com a criança, é preciso transferir um elástico para o outro pulso. A meta é terminar o dia com os cinco na disposição original.

– Para “recuperar” um elástico novamente, a mãe precisa ter pelo menos cinco atitudes positivas para se reconciliar com a criança. Leitura em conjunto, abraços carinhosos e passeios ao ar livre são algumas das opções.

Foto: Divulgação Facebook / Shauna Harvey
Foto: Divulgação Facebook / Shauna Harvey

Segundo a blogueira, o método funcionou perfeitamente bem e, mesmo quando ela perde a paciência de vez em quando, a situação não sai de controle como antes.

O melhor de tudo é que a tática não apenas incentivou seu próprio auto-controle, mas o modo como a filha agora interage com ela, reagindo positivamente todas as vezes em que Kelly solicita alguma tarefa, como guardar os brinquedos.

Será que funciona?

Para a psicanalista Laurema Suckow de Castro, a tática pode ter se mostrado efetiva, mas não há garantia de que funcione sempre e com todas as mães. “Para algumas pessoas, pode dar certo por um determinado tempo. Além disso, é preciso entender de onde vem essa irritabilidade com os filhos, porque muitas vezes a causa está na própria pessoa”, explica.

Caso a mãe não consiga terminar o dia com os cinco elásticos no mesmo pulso, os efeitos do método podem causar frustração. “Como será que ela reagirá por não atingir a meta? A frustração pode provocar mais irritabilidade ainda ao longo do tempo”, alerta Laurema.

LEIA TAMBÉM

Mãe deixa filha ser picada por cobra para “ensinar”; quais os limites da educação?

Geração de crianças que não se exercita precisa de atitude firme dos pais

Pai cria técnica que faz bebê parar de chorar em 10 segundos

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]