Sem emprego, mulher coloca anúncio doando tempo para pessoas que precisam de ajuda

A curitibana Janaina Estevão, de 32 anos, publicou o anúncio na noite deste domingo (14) e, em menos de 24 horas, a publicação recebeu mais de 12 mil curtidas e 2 mil compartilhamentos

janaina-voluntaria-destaqueJanaina está desempregada desde 2012 e decidiu usar seu tempo para beneficiar outras pessoas. Foto: Arquivo pessoal/Janaina Estevão

Um anúncio inusitado emocionou milhares de pessoas na noite deste domingo (14). No lugar de vender os doces que prepara para festas de aniversário ou pedir um emprego na área administrativa, a curitibana Janaína Estevão, de 32 anos, decidiu oferecer seu tempo para quem precisar.

>> Comerciante carrega idoso de 89 anos nas costas para ajudá-lo a chegar ao seu destino

Na postagem, realizada no grupo Clube da Alice, com mais de 200 mil participantes, a moradora da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) se colocou à disposição para ajudar gratuitamente idosos que precisam de companhia, mães que necessitam de ajuda para arrumar a casa enquanto cuidam dos filhos e pessoas que querem alguém para conversar. Ela até se prontificou a varrer, passar roupa, preparar um café e fazer bolo de fubá para “mães de primeira viagem” que ainda não se acostumaram com a nova rotina.

“Hoje não estou trabalhando fora, cuido da minha casa, dos meus filhos e do marido, mas sempre sobra um tempinho. Então, farei sem custo, de coração”, escreveu a estudante de Letras.

De acordo com ela, esse curso superior é realizado à distância e seus filhos — de dois e quatro anos —passam o dia na creche. Por isso, sobra tempo para preparar doces, distribuir currículos e ajudar. “Eu já coordeno um projeto de voluntariado que atua em comunidades carentes e asilos durante épocas comemorativas. Além disso, costumo sempre fazer o bem para quem precisa e pensei em ajudar dessa vez as pessoas que estão sozinhas e querem companhia”, afirmou em entrevista à Gazeta do Povo.

A postagem foi realizada por volta das 22h deste domingo (14) e, em apenas 12 horas, já havia recebido 12 mil curtidas e 2 mil comentários. “Jamais imaginei que daria tanta repercussão”, afirmou Janaína, que fez novas amigas pelas redes sociais e agendou cinco cafés. “Muita gente me procurou. Conversei com mulheres que acabaram de se separar e estão se sentindo sozinhas, com pessoas que sofreram agressão física do marido e querem ajuda, e com mulheres que querem apenas sair da rotina”.

De acordo com ela, o primeiro encontro ficou marcado para a próxima quarta-feira (16) e os demais já estão anotados na agenda. “Fiquei muito feliz com o resultado e, principalmente, em ver outras pessoas se colocando à disposição para fazer o mesmo na cidade”.

Projeto voluntário

projeto-bambole

Janaina também é fundadora do Projeto Bambolê, que atende crianças carentes e visita lares de idosos. Foto: Arquivo pessoal/Janaina Estevão

Além de doar seu tempo para pessoas que precisam de companhia, Janaina é a fundadora do Projeto Bambolê, que existe há sete anos na capital paranaense. O grupo conta com aproximadamente 30 voluntários e atua, principalmente, em eventos de Páscoa, Dia das Crianças e Natal. “No último fim de semana, por exemplo, fizemos uma tarde especial para 110 crianças carentes e distribuímos kits de chocolate que arrecadamos para elas”, relata a estudante de Letras.

De acordo com ela, o grupo também distribuirá doces para crianças de rua no domingo de Páscoa e preparará outras ações no decorrer de 2019. “Eu cresci vendo a importância de ajudar outras pessoas e também quero passar isso aos meus filhos. Sempre há alguém precisando e todos podem colaborar”.

LEIA MAIS

8 recomendações para você

Deixe seu comentário