Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Há várias definições para o termo “voluntário”. O Centro de Ação Voluntária de Curitiba (CAV), entidade que une pessoas dispostas a ajudar e instituições, o traduz como o indivíduo que “levado pela vontade assume livremente uma atitude responsável, criativa, comprometida, prazerosa e transformadora perante o mundo”. Mas a forma mais comum é designar como voluntário a pessoa que trabalha por um fim sem retribuição financeira.

“Isso não significa que ela pode fazer um trabalho malfeito. Ninguém precisa fazer voluntariado, mas uma vez que se comprometeu é necessário cumprir as tarefas a que se dispôs com responsabilidade, vivendo detalhes como a pontualidade, avisar no dia em que não pode ir, quando vai tirar férias, e assim por diante”, explica Mariângela Budant Hortmann, coordenadora de instituições no CAV.

Para uma relação saudável entre instituições e colaboradores, a lei do voluntário, de n.º 9.608/98 sugere que se assine um termo de adesão entre os dois, como um mini-contrato pelo qual se estabelece a natureza da relação, o horário e condições em que os serviços serão prestados.

Vá além
Mais informações sobre voluntariado nos sites:
– lista de entidades com links para se cadastrar em empresas.
– lista de auto-cadastramento de voluntários em Curitiba. Os interessados podem se apresentar por áreas de atuação e localização na cidade.
– é uma iniciativa pela profissionalização e transparência do trabalho voluntário no Brasil. Traz a lista das empresas que ganharam o prêmio “bem eficiente” após passarem pela auditoria da Kanitz e Associados.
– instituto que reúne as ações sociais de empresas responsáveis por 30% do PIB do País.
– site empresarial de um programa contra a fome criado por empresários no País.
– organização levada por especialistas que querem mapear o movimento no terceiro setor no Brasil.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]