Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Professora que salvou crianças em incêndio é homenageada com nome em rodovia

Em tragédia ocorrido em 2017, Helley de Abreu Silva Batista agarrou o criminoso na tentativa de impedir que ele continuasse o ataque aos alunos

Foto tirada por Helley com os alunos um dia antes do ataque. Foto: Arquivo Pessoal

Uma rodovia federal localizada em Minas Gerais (MG) recebeu este mês o nome de Professora Helley de Abreu Silva Batista em homenagem à educadora que salvou cerca de 25 crianças durante um incêndio criminoso no município de Janaúba em outubro de 2017. Helley  foi uma das funcionárias do Centro Municipal de Educação infantil Gente Inocente que lutou com o agressor, impedindo que ele continuasse o ataque aos alunos. Ela teve 90% do corpo queimado e faleceu durante a ação. Outras duas professoras e 10 crianças também morreram.

>> Padaria de SC deixa cesta de pães fresquinhos em frente à loja para doação

De acordo com o deputado estadual João Leite (PSDB), autor do projeto de lei, a história comoveu o estado de Minas Gerais, e a proposta de nomear uma rodovia com o nome da pedagoga foi apresentada no início de 2018 para marcar o ato heroico da funcionária. Após um ano de tramitação, a lei foi decretada na última quarta-feira (16).

“A reação da professora nos emociona porque ela teve uma coragem impressionante e deu a vida pelos seus alunos. A Helley deixou uma marca muito forte ao representar todos os professores que dedicam sua vida à profissão”, afirmou em entrevista à Gazeta do Povo.

A homenagem ainda representa outras duas educadoras do Cemei Gente Inocente que perderam a vida no incêndio, e toda a população do Norte de Minas Gerais que sofreu com os familiares das vítimas. “Essa região tem um povo muito acolhedor e amoroso, o que está demonstrado pela ação dessa professora”, disse o deputado.

<< Por que Heley de Abreu, e não Anitta, é a verdadeira mulher do ano de 2017

A rodovia escolhida para a homenagem é a LMG-631, que liga o município de São João da Ponte à BR-122, em São Francisco de Sá. Essa rodovia federal fica próxima a Montes Claros, cidade de nascimento da professora e que está localizada a 130 quilômetros de Janaúba.

A tragédia

O incêndio criminoso à creche ocorreu na manhã de 5 de outubro de 2017, quando o vigilante Damião Soares dos Santos jogou álcool em várias crianças dentro de uma sala de aula e ateou fogo nos alunos e em seu próprio corpo. Cerca de 60 estudantes, além de professores e funcionários, participavam de uma festa em comemoração ao Dia das Crianças no momento da ação.

A sala de aula foi destruída pelas chamas. Foto: Polícia Militar de MG

Bombeiros e policiais militares e civis de ao menos cinco cidades foram acionados, e doações de diversos lugares do Brasil foram enviadas à região para atender os feridos e reformar a instituição de ensino. A creche foi reinaugurada em março de 2018 com o nome CEMEI – Helley de Abreu em homenagem à professora.

LEIA TAMBÉM:

8 recomendações para você

Deixe seu comentário