Jovem recebe 200 ofertas de emprego após artista personalizar seu cartaz

Roberto Fernandes Azevedo segurava um cartaz de difícil visualização no semáforo e uma desenhista de Jundiaí, em São Paulo, decidiu ajudá-lo

Mudança no cartaz foi fundamental para jovem conquistar o tão sonhado emprego. Foto: arquivo pessoal.

“Estou à procura de emprego. Você pode me ajudar?”. Essa foi a frase escrita pelo jovem Roberto Fernandes Azevedo, de 26 anos, na cartolina branca que ele segurava em um semáforo da Avenida Nove de Julho, em Jundiaí, São Paulo. Depois de três meses procurando emprego na cidade, o jovem decidiu preparar o cartaz, vencer a timidez e torcer por uma oportunidade no dia 22 de março.

>> O que é “pedir biscoito”, a expressão que está bombando na internet

No entanto, os motoristas que passavam por ele tinham dificuldade para visualizar as informações escritas na folha. “Não dava para ler direito. Fiquei horas segurando aquela cartolina com escrita azul e não consegui nada”, relata o rapaz, que se surpreendeu com a ajuda de uma artista visual da cidade.

Com o novo cartaz, Roberto recebeu mais de 200 ofertas de emprego. Foto: Arquivo pessoal

“Uma moça que estava dirigindo naquela avenida não conseguiu ler o meu cartaz e veio perguntar se poderia fazer outro para mim. Na hora eu disse que sim”.

Com uma caneta branca e um papel de cor preta que tinha no carro, a desenhista Giuliana Vaia — que trabalha com caligrafia e arte — reescreveu o pedido de emprego do jovem, bateu uma foto do rapaz segurando o novo cartaz e postou a imagem em suas redes sociais. “Ele mora em Jundiaí e tem o sonho de estudar Farmácia. Quem puder ajudar, ligue para o Roberto”, escreveu a artista em sua página no Facebook.

Na postagem, ela explicou que não dava para enxergar o telefone no cartaz preparado inicialmente pelo jovem e, por isso, ela decidiu melhorar a comunicação visual daquele pedido de emprego. “Peguei o papel que eu tinha com a caneta que eu tinha e escrevi do jeito que deu, dentro das minhas possibilidades, no banco do carro”.

Em apenas uma hora com o novo cartaz, o rapaz recebeu as primeiras ligações e agendou duas entrevistas. “Aquela moça foi um anjo enviado por Deus para me ajudar e eu acabei recebendo mais de 200 ligações de pessoas que queriam me ajudar”, comemorou Fernandes na manhã desta segunda-feira (8), durante o seu primeiro dia de trabalho em uma uma tradicional rede de hoteis.

Como agradecimento, ele entrou em contato com a artista para contar a respeito do emprego e pediu que ela preparasse um segundo cartaz para informar os usuários das redes sociais a respeito da novidade. Giuliana ficou muito feliz com o resultado e postou a nova imagem para agradecer a todos que ajudaram e que compartilharam a postagem. “Ele ganhou um emprego e eu ganhei um amigo!”, escreveu.

Roberto pediu à artista Giuliana um novo cartaz agradecendo pelo emprego. Foto: Reprodução/Facebook

O rapaz

Fernandes nasceu em Ipueira, município de quase 3 mil  habitantes no interior do Rio Grande do Norte, onde cresceu com a mãe, os avós e irmãos em um sítio. “Fui criado correndo atrás de vacas, galinhas, e brincando com tubo de garrafa, caco de telha e mato”, afirmou o jovem potiguar, que se mudou para São Paulo no início deste ano após enfrentar um câncer de pele e entrar em depressão. “Hoje estou bem de saúde e pronto para recomeçar”, finalizou.

LEIA MAIS

8 recomendações para você

Deixe seu comentário