Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
"não me importava em ficar careca. O problema eram as sobrancelhas. Na cabeça você põe uma peruca, um lenço, e está resolvido; mas ter que desenhar as sobrancelhas todos os dias é horrível", conta a curitibana Giovanna Leutz. Junto com a filha, promoverá um dia de micropigmentação para pacientes com câncer. Foto: Arquivo Pessoal.
"não me importava em ficar careca. O problema eram as sobrancelhas. Na cabeça você põe uma peruca, um lenço, e está resolvido; mas ter que desenhar as sobrancelhas todos os dias é horrível", conta a curitibana Giovanna Leutz. Junto com a filha, promoverá um dia de micropigmentação para pacientes com câncer. Foto: Arquivo Pessoal.| Foto:

A curitibana Giovanna Leutz, 50, trabalhou na área da beleza durante anos antes de ser diagnosticada com câncer de mama, em 2012. Até então, ela não imaginava que fosse usar o seu ofício para ajudar outras mulheres: para ela, um dos momentos mais difíceis do tratamento era olhar-se no espelho e não se reconhecer.

Perdi todos os pelos do meu corpo, mas não me importava em ficar careca. O problema eram as sobrancelhas. Na cabeça você põe uma peruca, um lenço, e está resolvido; mas ter que desenhar as sobrancelhas todos os dias é horrível. Você já está nervosa, enjoada, e ainda tem que fazer isso”.

>> O que você pode fazer em Curitiba para não deixar o Outubro Rosa passar em branco 

Hoje, totalmente curada, Giovanna está empenhada em aumentar a autoestima de mulheres que estão batalhando contra o câncer. No próximo dia 20 de outubro, ela e a filha, a esteticista Tayná Leutz, dedicarão o dia para realizar 30 sessões gratuitas de micropigmentação de sobrancelhas. “Queremos que elas se esqueçam por algumas horas dessa doença, que não é nada fácil”, diz.

Autoestima desenhada

Quando estava em tratamento, Giovanna nem pensou na possibilidade da micropigmentação — sua filha fez o curso um ano após a descoberta da doença. Todos os dias, ao acordar, desenhava uma sombra fina onde antes ficavam os pelos acima dos olhos. “O rosto sem sobrancelha tem um aspecto muito doente, frágil. Tinha dias em que eu simplesmente não conseguia traçar direito. Se eu, que sempre trabalhei com estética, já sofria com isso, imagine quem está doente e não sabe por onde começar?”.

No ano passado, ela e a filha fecharam uma parceria com o projeto Anjos Sem Asas (entidade sem fins lucrativos que ajuda pacientes com câncer), onde prestaram serviços de beleza gratuitamente. Desta vez, a ação ocorre no estúdio de estética de Giovanna e suas filhas, o Studio LTZ.

Filha e mãe formam dupla para ajudar mulheres com câncer recuperarem sua autoestima. Foto: Arquivo Pessoal.
Filha e mãe formam dupla para ajudar mulheres com câncer recuperarem sua autoestima. Foto: Arquivo Pessoal.

Dia de beleza

Ao longo de todo o dia 20 de outubro, das 9h às 20h, seis profissionais redesenharão as sobrancelhas de 30 mulheres que se inscreverem no projeto. Há também cinco vagas para micropigmentação de aréola mamária. Cada sessão tem duração média de duas horas e conta com analgesia.

Para participar, é preciso agendar horário (as informações de contato estão no fim desta reportagem) e apresentar um atestado de liberação médica. A programação contará com coffebreak, atividades de beleza e massagens relaxantes para as convidadas.

Em média, uma sessão de micropigmentação custa em torno de R$ 750. Além de poderem realizar o procedimento de graça, todas as mulheres beneficiadas terão direito a uma sessão de retoque.

Dependendo da demanda, Giovanna reservará um horário semanalmente para atender a mulheres com câncer.

Serviço

Studio LTZ

Endereço: Rua Comendador Araújo 510 10 andar sala 1001 Ed. Adam Smith, Centro – Curitiba

Telefone: (41) 3016-4747

LEIA TAMBÉM

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]