Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

A moda brasileira em busca de identidade

Em palestra, a professora do Senai-PR, Patricia Gaspar, apontou as falhas da indústria da moda brasileira



Patrícia Gaspar é professora de pós-graduação em Moda e Gestão no Senai-PR
A falta de competitividade no setor têxtil e de identidade dos produtos brasileiros estão entre as principais fragilidades da indústria nacional da moda. De acordo com Patrícia Gaspar, professora da pós-graduação em Moda e Gestão no SENAI-PR, o Brasil vive uma fase de desindustrialização em vários setores, entre eles o têxtil, uma circunstância que coloca em risco a produção de moda no país.

A criatividade é uma característica enraizada no Brasil, mais que na Alemanha, por exemplo. Porém a Alemanha vende mais moda praia no mundo do que o nosso país. Isso é um absurdo”, lamentou durante a palestra “Economia criativa e o mercado de moda brasileiro” que ocorreu nesta quinta-feira (6) no Paraná Business Collection, em Curitiba.

De acordo com Gaspar, a mídia brasileira valoriza muito os pequenos sucessos da indústria nacional da moda, mas perde de vista a perspectiva global. “Para inverter a situação é necessário partir para o desenvolvimento de produtos diferenciados, é preciso colocar a identidade brasileira nesses produtos e torná-los interessantes para o mercado internacional”, sugere a docente.

Para fazer isso, porém, é imprescindível o apoio do governo que, segundo Gaspar, tem a tarefa de “reduzir a carga tributária e restituir as condições para que as empresas têxteis recuperem competitividade” no cenário global.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário