Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

“Novata” e “experiente” dividem passarela do PBC

Pelo backstage do 6º Paraná Business Collection (PBC), Thaís Rocha, 18, aguarda sua primeira vez na passarela, enquanto Malana Jorge, 21, prepara-se para mais uma maratona de desfiles



Modelo sendo maquiada para o desfile de Jefferson Kulig, que abriu a sexta edição do PBC


Camarim Jefferson Kulig


Camarim Jefferson Kulig


Camarim Jefferson Kulig


Camarim Lafort
É a primeira vez que Thaís Rocha, de 18 anos, natural da Ilha do Mel, desfila em um grande evento de moda. No currículo, algumas incursões em eventos de sua cidade, mas nada profissional. “Estou um pouco nervosa, mas todo mundo está sendo muito prestativo”, disse a debutante no Paraná Business Collection (PBC).

Ela, que sempre morou na Ilha do Mel e não pretende sair de lá, trabalha como auxiliar de cozinha e foi indicada para participar do desfile pelas colegas da cooperativa Emilhas, parceira da marca Lafort, pela qual desfila nesta noite (26). Thaís abre o desfile vestindo uma camisa com o pássaro-símbolo da ilha, o tiá sangue.

Já a história de Malana Jorge, 21, começou há quatro anos, quando um sonho com a modelo sudanesa Alek Wek a inspirou a ser modelo – e raspar o cabelo. Deu certo. Ela ficou em terceiro lugar na segunda temporada do Brazilian Next Top Model, em 2009, e desde então não parou. “O reconhecimento que estou tendo é incrível. Já percorri praticamente o Brasil todo e mês que vem embarco para Londres, para tentar carreira internacional”, revela. Malana desfila nos cinco dias do evento e diz que não trocaria a correria de hoje por nada. E nem voltaria a ter cabelão: “A mulher não precisa de cabelo comprido para ser feminina e estar arrumada. Eu assumo meus traços fortes e gosto do jeito que as coisas estão”.

Veja imagens dos bastidores

8 recomendações para você

Deixe seu comentário