Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Toxina botulínica no combate à acne e rosácea

Novas técnicas e tratamentos para a pele foram divulgados nos últimos congressos médicos de dermatologia. Confira os principais!

(Foto: Bigstock)

Conhecida dos especialistas em medicina estética, a toxina botulínica está ganhando novo espaço nos consultórios dermatológicos. Nos dois últimos congressos internacionais em Dermatologia e Medicina Estética, realizados no início de março, pesquisadores mostraram bons resultados do uso da toxina no tratamento da acne e da rosácea, aquela vermelhidão das maçãs do rosto.

A toxina consegue reduzir a oleosidade da pele, de acordo com a médica dermatologista Mariana Gradowski, favorecendo a redução da acne. “Na rosácea, a toxina também reduz a inflamação, mas o uso da toxina nesses casos ainda não está sendo usado, estão em estudos, com resultados positivos”, explica a médica, que também é proprietária da clínica Mariana Gradowski.

Veja mais algumas novidades:

Hidratando de dentro para fora

O mesmo ácido usado para preenchimento da pele, principalmente nas mãos, agora é também usado como hidratante corporal. O ácido recebeu uma apresentação mais fluída, menos concentrada, e pode ser aplicado no rosto, pescoço e colo para dar um aspecto mais saudável à pele. O tratamento, conhecido como skinbooster, também tem a função de diminuir a ruga fina.

Cabelo ainda em estudos

Há alguns anos, uma das promessas de novidades seria o uso de células tronco para gerar fios de cabelo, e ajudar na implantação de novos fios em pessoas com alopecia. Infelizmente, segundo o médico dermatologista Marcio Santos Rutowitsch, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, os resultados das pesquisas não foram viáveis. “Gerar cabelo se mostrou muito caro, e mostrou que seria preciso uma quantidade enorme de células para dar certo, visto que as que sobrevivem é um número muito reduzido. Isso se achava que hoje estaria em um estágio bem avançado, mas ainda estamos na estaca zero”, explica Rutowitsch.

LEIA TAMBÉM:

<<<SOS pós verão: como recuperar a pele e o cabelo com o fim da estação>>>

<<<Na terceira idade, cuidado redobrado com a hidratação da pele>>>

<<<Dermatologista da Kendall Jenner revela segredos para pele perfeita>>>

Contra as papadas

“Queimar” as gordurinhas que se acumulam embaixo do queixo, formando a conhecida papada, é uma técnica conhecida e muito usada. Novos aparelhos têm buscado agora reduzir o tempo de tratamento, com resultados mais rápidos. Ao invés de o paciente perceber mudanças a partir da terceira ou quarta sessão, feitas semanalmente, os novos aparelhos mostram resultados logo na segunda sessão. A técnica é compatível com qualquer tipo de papada, exceto aquela originada de um problema de tireoide.

Tratamento de cabine

Embora ainda tenham muitos novos aparelhos surgindo no mercado da dermocosmética, os médicos especialistas têm visto a volta do chamado “tratamento de cabine”. Ou seja, o tratamento em que o médico tem participação ativa, e não há muito o envolvimento de um aparelho, tornando a atenção mais personalizada.

Acne no tubinho

Pode não ser uma técnica tão recente, mas ainda é pouco conhecida a limpeza de pele por hidrosucção. Ao contrário daquela ideia de sair com a pele marcada, com edemas, a limpeza de pele por hidrosucção promove uma leve aspiração dos cravos e espinhas, e serve para qualquer tipo de pele. “Se a pessoa estiver com a pele ressecada, quebradiça devido ao verão, pode ser uma pele de uma mulher de 20 anos ou de 60 anos, não tem problema. Atuamos com cosméticos específicos para cada tipo de pele, é uma limpeza personalizada”, explica Daniele Florêncio, dermaticista e professora de estética e cosmética, diretora da clínica Vitaclin.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário