Até que horas você pode tomar café para ter uma boa noite de sono

Embora sejam alimentos estimulantes, com cafeína, nem todo mundo será sensível ao café e ao chocolate a ponto de perder o sono

Se você tem problemas para dormir, o café e o chocolate devem ser consumidos muitas horas antes de ir pra cama. Foto: Bigstock.Se você tem problemas para dormir, o café e o chocolate devem ser consumidos muitas horas antes de ir pra cama. Foto: Bigstock.

Café e chocolate são alimentos considerados estimulantes, que contribuem para o estado de vigília e atenção constante. A culpa dessa característica recai sobre a cafeína, entre outras substâncias, que atua no sistema nervoso central, especialmente no cérebro, e interfere em um dos mecanismos de indução do sono.

>> Assine nossa newsletter e tenha informações exclusivas!

Comer um brigadeiro ou tomar uma xícara de café antes de dormir, portanto, não é a melhor ideia para quem quer uma boa noite de sono. Mas nem todo mundo terá essa reação. 

Você provavelmente conhece alguém que não dorme sem o café, ou que come uma barra inteira de chocolate e depois ronca no sofá. Pessoas com essa característica, embora existam, não são tão comuns — ainda mais com a rotina que a maioria da população leva hoje em dia.

>>> Por que as vacinas dão reações adversas em algumas pessoas?

“Algumas pessoas, realmente, são menos susceptíveis a esses estímulos, porque possuem outros componentes que interferem no sono. Às vezes é uma pessoa que não dormiu bem no dia anterior e não será uma xícara de café que fará com que ela permaneça acordada. Ou são pessoas com doenças de sono, como sonolência idiopática diurna e narcolepsia. São componentes patológicos muito fortes e, nelas, o chocolate ou café não terão interferência”, explica Danielle Salvati de Campos Malaquias, cirurgiã especialista em distúrbios do sono do hospital São Vicente, em Curitiba.

Com o público em geral, especialmente entre quem tem dificuldades para dormir, esses alimentos podem afetar o começo ou a qualidade do sono, e precisam ser restringidos cinco horas antes de dormir. Ou seja, se a pessoa tiver por hábito dormir às 22 horas, é indicado evitar alimentos com chocolate depois das 17h. Café precisa de ainda mais tempo, e deve-se evitar o consumo depois das 15h

“[o horário certo para tomar café] vai depender muito do tipo de café: se são grãos com maior teor de cafeína ou menor, se é espresso ou coado. Mas 200 mL de cafeína atrapalham o nosso sono e isso também vale para quem usa essa substância para os exercícios físicos. O teor de cafeína no chocolate, embora um pouco menor que o do café, também atrapalha se consumido tarde da noite”, explica Márcia Assis, médica neurologista da Associação Brasileira do Sono (ABO).

Amargo é mais saudável?

Embora o chocolate amargo, que contém uma quantidade maior de cacau em relação aos outros tipos de chocolate, seja considerado o mais saudável, ele também tem mais cafeína.

“Depois do jantar, a pessoa pega uma barra do chocolate amargo. Ele pode ter um poder maior em atrapalhar o sono que outros tipos. Claro que, essa quantidade de cafeína também varia muito conforme o fabricante, mas é bom reforçar o mesmo conselho: se você tiver sensibilidade, evite o chocolate e o café à noite”, reforça Márcia Assis, médica neurologista da ABO.

Sinais de que o chocolate afetou o sono

Além da dificuldade em dar início ao sono, o chocolate e o café podem trazer outros prejuízos, conforme lembra Danielle Salvati, médica especialista em sono:

Peguei no sono, mas tive pesadelos. Uma das interferências dos alimentos pode vir em forma de pesadelos, especialmente entre as crianças.

Sonambulismo.

Sono fragmentado. Pessoa acorda várias vezes durante a noite, sem conseguir “pegar” no sono.

Refluxo. Como o chocolate é um alimento gorduroso, pode facilitar o refluxo durante à noite.

“Problemas de sono hoje são comuns. As pessoas têm dificuldades em dormir cedo, manter o sono, têm a sensação de um sono superficial. Portanto seria importante incluir na higiene do sono essa preocupação com os alimentos à noite”, reforça Danielle Salvati, cirurgiã especialista em sono. 

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário