i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Aumenta o número de lesões nos recreios nos Estados Unidos

De acordo com estudo da Academia Americana de Pediatria a cada ano mais de 21 mil crianças com 14 anos ou menos foram tratadas por lesões cerebrais traumáticas.

  • PorRafael Adamowski, especial para a Gazeta do Povo
  • 09/05/2016 19:00
Aumenta o número de lesões nos recreios nos Estados Unidos
| Foto:

Estudo realizado nos Estados Unidos pela Academia Americana de Pediatria (American Academy of Pediatrics) aponta aumento, entre 2001 e 2013, da quantidade de lesões cerebrais traumáticas ocorridas em espaços recreativos. Segundo a entidade, no país a cada ano mais de 21 mil crianças com 14 anos ou menos foram tratadas por lesões cerebrais traumáticas.

As pesquisas elaboradas pela Academia Americana de Pediatria revelam ainda que dois terços das lesões aconteceram em escolas e em instalações desportivas e recreativas. A boa notícia é que a maioria das crianças acidentadas foi tratada e teve alta. Outro dado que merece destaque indica que mais da metade dos pacientes tinham idades entre 5  e 9 anos.

LEIA TAMBÉM:

<<<>>>

O estudo também revelou a quantidade total de lesões, cerebrais ou não, durante o mesmo período. Foram 214.883 casos, apesar das atualizações e melhoras em torno das normas que regem a indústria de equipamentos recreativos. Entre as exigências aplicadas em solo americano estão superfícies para áreas de jogos que reduzem o risco de lesões e de mortes causadas por quedas.

A maioria dos acidentes que culminou com lesões cerebrais ocorreu em barras, equipamentos de ginástica e balanços. O estudo recomenda a elaboração de estratégias para ampliar a supervisão dos adultos, reduzir os comportamentos de risco, manutenção adequada dos equipamentos e a melhora da estrutura da superfície das áreas desportivas e seus entornos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.