Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

Como os pediatras verificam os sinais de autismo nas crianças?

Se o bebê responde quando é chamado, se olha aos pais procurando aprovação e até mesmo como ele reage com as brincadeiras são alguns dos sinais de identificação precoce do autismo

sinais, autismo, precoce, bebê, cuidados, pediatrasSinais precoces do autismo podem ser identificados pelos pediatras nas primeiras consultas (Foto: VisualHunt)

O jeito de o bebê dar risada, como ele olha para os pais procurando a permissão para tentar algo diferente, como ele tenta ganhar a atenção durante uma conversa, a forma como ele aponta ou acena, como ele responde quando é chamado pelo nome, e até mesmo o jeito como ele chora indicam aos pediatras o desenvolvimento físico e cognitivo da criança. Mesmo nas primeiras consultas com o pediatra é possível fazer uma avaliação do autismo, segundo informações da Academia norte-americana de Pediatria.

Entre os 18 aos 24 meses, ou um ano e seis meses até os dois anos, a entidade médica norte-americana recomenda aos pais e pediatras que avaliem as crianças para identificação precoce dos sinais de autismo. Para que a avaliação seja efetiva, no entanto, é importante que os pediatras avaliem todas as crianças, não somente àquelas com sintomas. Essa avaliação é feita através de um questionário respondido pelos pais, com questões sobre o atraso na linguagem, preocupações sobre o comportamento da criança, entre outros.

Essa avaliação – é importante ressaltar – não se trata de um diagnóstico. Ou seja, a criança que apresentar esses sinais não será, necessariamente, identificada com autista. Além dos sinais, o risco também está associado ao histórico de autismo na família.

LEIA TAMBÉM:

<<< Aplicativo ajuda famílias com crianças autistas >>>

<<< Síndrome do X – Frágil ou autismo? Como identificar? >>>

<<< O avanço do autismo>>>

Veja alguns sinais precoces do autismo

Crianças autistas apresentam algumas diferenças quando tentam interagir com outras pessoas. Veja algumas diferenças de acordo com a idade:

Com um ano

Uma criança com um desenvolvimento típico vira a cabeça em direção à pessoa que está lhe chamando quando escuta seu nome. Uma criança autista pode não virar a cabeça para olhar, mesmo quando seu nome for repetido diversas vezes, mas vai responder a outros sons.

Com um ano e seis meses

Uma criança com atraso nas habilidades da fala vão apontar, fazer gestos, usar expressões faciais para compensar a falta da fala. Uma criança autista pode não tentar compensar o atraso da fala, ou pode limitar a fala apenas repetindo o que foi falado na tevê ou o que ela acabou de ouvir.

Com dois anos

Uma criança com um desenvolvimento típico faz um desenho e o traz para mostrar aos pais, e divide sua alegria com eles. Uma criança autista pode trazer uma garrafa de bolhas de sabão para que a mãe abra, mas ela não olha para a mãe e nem divide seu prazer em brincar junto.

Ainda com dúvidas?

Se os pais ainda tiverem dúvidas, confiram o vídeo a seguir, que viralizou na última semana pelas redes sociais. Otávio Cunha, de 3 anos, conta como é a rotina do irmão mais velho, Ítalo, de seis anos, que é autista.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário