i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Fones de ouvido para bebês recém-nascidos podem causar lesões irreversíveis na audição

Usar a música para acalmar os bebês antes de dormir é aconselhável pelos médicos otorrinopediatras, desde que seja em um volume baixo e como som ambiente

  • PorAmanda Milléo
  • 16/03/2016 13:08
(Foto: VisualHunt)
(Foto: VisualHunt)| Foto:

A cóclea, região interna do ouvido, é muito sensível em qualquer idade, mas principalmente nos recém-nascidos. Se os pais colocam fones de ouvidos nos bebês, eles não têm o controle sobre o volume que está saindo daquele fone, que pode variar de intensidade, e nem sobre o tempo de exposição, visto que muitos usam a música para acalmar antes de dormir. A exposição exagerada pode causar lesões na cóclea que, em alguns casos, pode ser irreversível e prejudicar a audição dos bebês.

O que é um volume baixo para você pode não ser o volume baixo adequado às crianças, conforme explica Luciana Gabardo Stahlke, otorrinopediatra do Instituto Paranaense de Otorrinopediatria (IPO). “Às vezes o adulto tem uma alteração auditiva e nem percebe, não sabe. Para ele, o volume pode estar baixo, e para a criança pode ser muito alto“, afirma.

LEIA TAMBÉM:

<<>>

<<>>

<<>>

Música no quarto

Como solução, os especialistas em otorrinopediatria indicam trocar os fones de ouvido – independentemente do tipo – por um som ambiente, em um aparelho distante do berço.

“Os bebês têm uma imaturidade das vias auditivas, especialmente se forem prematuros, e os pais precisam cuidar com a exposição excessiva ao barulho. Se o pai usa o fone de ouvido para a criança dormir, esse tempo de exposição pode ser demais para a criança”, explica Melissa Avelino, presidente da Academia Brasileira de Otorrinopediatria e professora da Universidade Federal de Goiás.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.