i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Cuidadores de idosos da família sofrem física e mentalmente

Segundo pesquisa na USP, cuidadores de idosos tendem a ser mulheres, a partir dos 50 anos, e atividade ocupa sete anos, em média

  • PorAmanda Milléo
  • 08/06/2015 14:18
Cuidadores de idosos da família sofrem física e mentalmente
| Foto:

Filhas, esposas, sobrinhas ou netas são, geralmente, as principais responsáveis pelo cuidado dos idosos da família, segundo uma pesquisa realizada na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, da USP. O acúmulo das atividades de cuidadora com as tarefas da casa gera uma sobrecarga física e emocional, aliada a sintomas de ansiedade e depressão.

O tempo médio dedicado aos idosos é de sete anos, de acordo com o estudo, variando de seis meses a 30 anos. Cinco dias durante a semana e praticamente os dois dias nos fins de semana eram dedicados aos cuidados, além das tarefas de casa. “As mulheres vivem cinco anos ou até mais que os homens, segundo dados da literatura. Essa ‘feminização da velhice’ faz com que a sociedade atribua à mulher a tarefa de cuidar dos idosos”, explica a enfermeira e autora da pesquisa, Edilene Araújo Monteiro.

A média da idade dos cuidadores é de 50 anos, de acordo com o estudo. No período de cuidado, 45,4% dos cuidadores entrevistados para a pesquisa indicaram que o estado de saúde piorava a cada ano devido às exigências do trabalho. “Existem diversos problemas enfrentados pelo cuidador, desde um ambiente familiar inadequado, resistência do idoso aos cuidados, deficiência de recursos materiais e financeiros. Cuidar de um idoso por tempo prolongado expõe o cuidador ao risco de adoecer, principalmente quando é o único responsável por essa função”, afirma Edilene.

Maneiras de relaxar

Faz oito anos que Ana Claudia Miquelini cuida de idosos e, mesmo ocupando praticamente todo o dia com os cuidados, ela consegue separar alguns momentos para si. Quando a idosa de 94 anos que atende está dormindo, ela aproveita para retomar um livro, ver algum programa na televisão ou mesmo escrever, e assim, relaxar. “É um trabalho que sobrecarrega, cuidar de um idoso é mais difícil do que de criança. Você tem que pensar muito antes de falar com ele, porque pode sem querer magoar. Segurá-lo de qualquer jeito também pode machucar”, diz.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.