Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Ministério da Saúde lança número de WhatsApp contra fake news

Número de checagem ajuda os usuários nas dúvidas e veracidade de informações sobre saúde

Número do Ministério da Saúde no WhatsApp pode receber informações sobre saúde, compartilhadas nas redes sociais, e dará o retorno: é ou não fake news (Foto: Bigstock)

O Ministério da Saúde, na tentativa de combater as fake news em saúde, lançou um número de WhatsApp para que qualquer pessoa possa tirar dúvidas sobre as informações e notícias relacionadas ao tema que receber em redes sociais digitais.

>> Mais da metade de mulheres com câncer de mama escutam que a causa é mágoa ou castigo

Caso lhe enviem uma notícia de saúde cuja veracidade não está comprovada, ou que você tenha dúvidas da procedência, encaminhe a informação para o número: (61) 99289-4640, através do aplicativo WhatsApp.

Desde o lançamento da plataforma, no fim de agosto, diversas fake news foram desmistificadas pelo órgão. Além de responder diretamente cada pessoa, as dúvidas são também divulgadas no site do Ministério, onde há até o momento 22 notícias. A maioria delas foi considerada falsa ou com erros.

Das dúvidas mais comuns divulgadas no site, informações erradas que propagam a cura de doenças importantes, como diferentes tipos de cânceres e diabetes; a obrigatoriedade das vacinas e suas relações com o autismo e até mesmo a informação de que bananas continham o vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), causador da Aids.

Ministério da Saúde lança número de WhatsApp para combater as fake news em saúde

Interessados podem encaminhar informações que receber via redes sociais, mas cuja origem seja duvidosa para o número (61)99289-4640 (Foto: reprodução WhatsApp)

São todas fake news?

Chá de folha de graviola cura câncer? Há fenilpropanolamina em 22 medicamentos vendidos no Brasil? Vacinas causam autismo? Beber água antes de pintar o cabelo ajuda a combater absorção de chumbo da tintura? Diabetes tem cura em uma cápsula?

Essas são as últimas dúvidas respondidas pelo Ministério da Saúde e compartilhada no site do órgão. Qualquer pessoa tem acesso aos dados, que não se resumem a um “falso” ou “verdadeiro”. Cada dúvida traz uma explicação.

Não há evidências científicas de que o chá de folhas de graviola cure o câncer. O próprio médico citado na mensagem desmentiu essa informação e disse que não é o autor do áudio. Contudo, para todas as pessoas, é imprescindível manter uma boa alimentação – não apenas pelo seu bem estar, mas, principalmente, pela sua saúde. Por isso, o Ministério da Saúde, em concordância com a Organização Mundial da Saúde, promove e incentiva hábitos saudáveis, principalmente: alimentação saudável; atividade física regular; não fumar”, diz a explicação da entidade de saúde sobre a dúvida se o chá de folhas de graviola poderiam curar o câncer.

Mas, nem tudo é fake. Das dúvidas consideradas verdadeiras pelo órgão, a proibição da importação do insumo farmacêutico valsartana, usado na composição de medicamentos anti-hipertensivos, realmente foi emitida pela Agência Nacional de Saúde (Anvisa).

Da mesma forma, o Ministério alerta para a veracidade de a Anvisa suspender a fabricação de alguns produtos de limpeza, e de a vacinação contra o sarampo ser destinada também aos adultos.

LEIA TAMBÉM: 

8 recomendações para você

Deixe seu comentário