Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Mulher come wasabi achando que era abacate e desenvolve problema no coração

Susto desencadeado pela confusão – ela pensava ser avocado e não wasabi – pode ter sido o gatilho para síndrome do coração partido

Mulher tem o síndrome no coração depois de comer wasabi achando que era abacateMulher tem o síndrome no coração depois de comer wasabi achando que era abacate Foto: Bigstock

Imagine desenvolver um problema no coração por ter comido wasabi por engano. Pois foi isso que aconteceu com uma senhora de 60 anos e o caso foi parar no periódico científico BMJ, British Medical Journal.

Tão logo comeu o wasabi achando se tratar de um avocado, uma espécie semelhante ao abacate, a senhora começou a ter sintomas como pressão no peito e desconforto nos braços, seguidos de uma grande sensação de fraqueza.

Após procurar ajuda médica, foi diagnosticada com a chamada síndrome do coração partido, uma cardiomiopatia induzida pelo estresse, também chamada de cardiomiopatia de Takotsubo.

“É uma alteração aguda, geralmente reversível, e frequentemente desencadeada por intenso estresse (emocional ou físico), apresentando características clínicas, eletrocardiográficas e laboratoriais semelhantes ao infarto agudo do miocárdio. Ela é diagnosticada com a realização do cateterismo, no qual não se evidenciam obstruções nas coronárias. Apesar de ser descrita em ambos os sexos, acomete mais mulheres após a menopausa”, explica o cardiologista do Hospital Santa Cruz, Luiz Felipe Gubert.

Os sintomas variam, mas os mais comuns incluem dores no peito e, em alguns casos, insuficiência cardíaca aguda (falta de ar, cansaço e inchaço nas pernas). Mas o culpado não é o wasabi e seu gosto forte.

“Por se tratar de um problema agudo desencadeado pelo estresse, alimentos em excesso que contenham estimulantes, como cafeína e guaraná, podem aumentar o risco desta síndrome. O excesso destes alimentos é cada vez mais comum, não somente no tradicional café, chá mate ou refrigerante, mas por meio dos suplementos utilizados nas fórmulas de emagrecimento, termogênicos e pré-treinos usados em academias”, alerta o cardiologista. No caso da senhora que ingeriu o wasabi, provavelmente foi o susto de ter errado o alimento que desencadeou o processo.

De acordo com os pesquisadores que relataram o caso na revista científica, esse foi o primeiro caso de cardiomiopatia de Takotsubo desencadeada depois do consumo de wasabi.

Mulheres são mais suscetíveis

A síndrome pode acometer qualquer pessoa, de ambos os sexos, em todas as fases da vida. No entanto, é mais comum em mulheres após a menopausa.

“Isso acontece provavelmente pela queda nos níveis de estrogênio, um hormônio relacionado com o controle da ovulação e ao desenvolvimento de características femininas. Tem-se observado também que ele tem uma ação protetora cardiovascular. A diminuição deste hormônio gera uma redução na oxigenação em todas as células e um aumento no risco de depressão. São essas as alterações que predispõem as mulheres ao desenvolvimento da síndrome”, conclui o cardiologista.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário