Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Próstata: apenas um em cada quatro homens sabe a real função da glândula

Estudo europeu entrevistou mais de 3 mil homens acima dos 50 anos para testar os conhecimentos sobre a próstata; realidade no Brasil não é muito diferente, defende especialista

Qual é o seu conhecimento sobre a próstata? Confira e tire suas dúvidas:Qual é o seu conhecimento sobre a próstata? Confira e tire suas dúvidas Foto: Bigstock

“Para que serve a próstata?” Essa é uma pergunta que 74% dos homens europeus entrevistados para uma pesquisa não souberam responder. O levantamento, realizado pela Associação Europeia de Urologia, entrevistou 3.010 homens, todos acima dos 50 anos, de três países: Reino Unido, França e Alemanha.

Se eles não sabiam qual era a função principal dessa glândula, os homens entrevistados também demonstraram um desconhecimento sobre a própria saúde. Apenas 17% responderam corretamente que uma próstata aumentada poderia indicar um problema maior, como um câncer de próstata.

Metade deles também não conseguiu reconhecer sintomas relacionados a um aumento de próstata, como urgência para urinar, sensação de dor, sensação de que a bexiga não está completamente vazia ou levantar uma vez ou mais à noite para ir ao banheiro. 

Na hora de contar para alguém desses sintomas, apenas 13% dos homens disseram que relatariam às suas esposas ou famoliares. Por outro lado, 61% afirmaram que visitariam um médico. E apenas 24% deles disseram que pesquisariam os sintomas na internet. O levantamento foi realizado entre maio e junho de 2019.

Brasileiros também não sabem

Se a realidade europeia assusta, no Brasil não é muito diferente. De acordo com Wilson Busato, médico urologista, embora não haja dados brasileiros sobre o conhecimento dos homens com relação à próstata, não se pode esperar algo muito melhor.

“A maioria dos homens daqui, por mais que não tenhamos estudos, não sabe nem da existência ou do que é, e onde está localizada uma próstata. Isso vale para o SUS, mas também em consultório particular, onde a gente teoricamente atende pessoas com maior acesso à informação”, explica o médico, que é chefe do departamento de Uro-oncologia da Sociedade Brasileira de Urologia e professor da Universidade do Vale do Itajaí.

Dos questionamentos que Busato mais escuta em consultório, estão as seguintes perguntas:

“O que é a próstata?”

“Onde ela fica?”

“Para que serve?”

“Se eu tirar, não vai ter problema?”

Machismo?

Quando se fala em exame de próstata, um dos pensamentos que ainda prevalece na cabeça dos homens (inclusive dos brasileiros) é a piada – muitas vezes associada à sexualidade.

Para Busato, é importante que mais pessoas saibam sobre os riscos da próstata para reduzir esse estigma e que o assunto finalmente saia das brincadeiras. “Não ajuda ninguém. Você pode até argumentar que vai falar com o tio, com o pai e eles não ligam para a próstata. Mas às vezes é uma piada que tira essas pessoas dos consultórios. Você só ri daquilo que você não conhece. Uma frase que escutamos no consultório é ‘mas, dr., é só isso [o exame de próstata]?'”, explica o médico.

O futuro, porém, pode ser de mais esclarecimento. “Está mudando muito. Sou urologista há 26 anos e era uma coisa muito frequente o paciente estar ainda na porta e já avisar que não iria fazer o exame. Hoje é raro aquele que se recusa. Mas claro que tem o trabalho de formiguinha de ir conversando, explicando. Se você percebe que o paciente está ansioso, pede para voltar depois. O objeto é ter a confiança do paciente”, reforça Busato.

Afinal, para que serve a próstata?

Anote, para jamais se esquecer (especialmente se você, leitor, for homem):

A próstata é uma glândula, do tamanho de uma noz, que tende a crescer com o passar da idade. Ela está localizada logo abaixo da bexiga e envolve a uretra, o canal que faz a ligação da bexiga com o orifício externo do pênis.

Para que serve?

A função da próstata é fornecer o líquido que compõem a secreção que é ejaculada do homem. Entre 75% a 80% do volume ejaculado é o líquido prostático – mas não se engane, os espermatozoides são produzidos nos testículos!

“Esse líquido serve para a proteção e nutrição do espermatozoide. Se o que chegasse à vagina da mulher fosse apenas o espermatozoide, sozinho, a acidez vaginal mataria, e a gente não existiria. Essa secreção prostática protege o sêmen, que quando é depositado no fundo da vagina, rapidamente coagula e então se dissolve, da periferia para o centro, mudando o pH da vagina e permitindo que os espermatozoides sejam liberados em um meio que não é mais hostil a eles”, explica Wilson Busato, médico urologista. 

A função, portanto, da próstata é na fertilidade do homem, e não na masculinidade.

Idade certa para exames

A partir dos 50 anos é a idade mais apropriada para buscar os médicos urologistas e investigar como está a próstata, de forma geral. Caso você tenha casos de câncer de próstata na família, a recomendação é que visite o médico com antecedência, a partir dos 40.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário