Patrocínio

Hospital Pilar X-Leme Diagnóstico Por Imagem Mantis Diagnósticos Avançados

Por que sentimos tontura quando levantamos rápido demais

Na maior parte dos casos é apenas uma condição temporária, que acontece também quando se excede na bebida alcoólica. Mas se o sintoma se repete, é preciso investigar a causa

A pessoa tem uma sensação de tontura, de escurecimento da vista, como se ela fosse desmaiar. Em termos médicos é a síndrome vaso vagal. Foto: Bigstock.A pessoa tem uma sensação de tontura, de escurecimento da vista, como se ela fosse desmaiar. Em termos médicos é a síndrome vaso vagal. Foto: Bigstock.

A resposta para aquela sensação de que “o mundo está girando” quando levantamos rápido demais está na parte interna dos nossos ouvidos.

Lá se encontra o labirinto, uma região do ouvido em formato de caracol que contém um líquido viscoso e é o centro de equilíbrio do corpo.

 

Esse líquido muda de posição conforme os nossos movimentos, avisando o cérebro se estamos em pé, sentados, deitados ou girando.

Se você levanta muito rápido, o líquido demora até interpretar essa mudança de posição, levando à tontura. Se isso acontece com bastante frequência, pode ser o caso de uma irritabilidade do labirinto, ou vertigem postural.

“O distúrbio do labirinto, a vertigem, é mais comum em adultos acima dos 40 anos, mas pode acontecer em crianças também”, diz o otorrinolaringologista José Ricardo Gurgel Testa.

E nos adolescentes?

Na fase da vida em que há um surto de crescimento – e a criança ‘ganha’ braços e pernas maiores – também pode desencadear tonturas e sensações de desmaio. Nesse caso, o culpado é a alteração de pressão.

>> Por que deixar a toalha secando no box do banheiro é prejudicial para sua saúde

Quando estamos deitados ou sentados, a força que o coração deve fazer para bombear o sangue do pé ao cérebro é uma. Em pé, a força é bem maior.

Se levantamos rápido demais, esse bombear pode sofrer um atraso e o sangue chegará em uma quantidade menor ao cérebro.

“A pessoa tem uma sensação de tontura, de escurecimento da vista, como se ela fosse desmaiar. Em termos médicos é a síndrome vaso vagal, e em termos leigos é como se o corpo dissesse: ‘não estou conseguindo fazer o sangue chegar até lá em cima, ele precisa deitar’”, explica a endocrinologista Myrna Campagnoli.

Essa alteração é comum em adolescentes porque o tamanho do corpo muda rapidamente e o organismo demora até se adaptar a essa mudança de pressão – agora ele precisa mandar o sangue mais longe.

>> Frutas de inverno não previnem gripes e resfriados, mas aliviam sintomas

“A sensação demora cerca de 30 segundos até voltar ao normal, e se passar disso, é importante consultar um médico”, afirma a endocrinologista.

Bebida alcoólica x tontura
Chegar em casa depois de uma noite no bar e sentir tudo girar tem um culpado: o labirinto, de novo. As bebidas alcoólicas são vasodilatadoras, que ajudam com que o sangue circule mais facilmente pelo organismo. Porém, elas também podem irritar o labirinto. Se você deitar e sentir que tudo está girando, o seu labirinto pode estar em com uma toxicidade pelo álcool.

Hipoglicemia

Há, ainda, uma terceira causa comum das sensações de tontura, que é a hipoglicemia. Acontece, principalmente, quando as pessoas não se alimentam adequadamente e fazem algum exercício físico mais intenso. O corpo, sem energia suficiente, faz com que a pessoa tenha sudorese intensa, palidez, náusea e tontura.

Quando procurar um médico?

Fique de olho no tempo que a pessoa demora a voltar ao normal. Se passar de 30 segundos de tontura, ela pode ter alguma alteração ou dificuldade de o corpo controlar o equilíbrio, como labirintite ou hipotensão.

“As tonturas são normais quando há uma mudança brusca de posição, mas se a sensação acontece mesmo sentado, em pé ou mesmo caminhando, é preciso ser investigado”, alerta a endocrinologista.

LEIA TAMBÉM

8 recomendações para você

Deixe seu comentário