Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

Prótese de silicone pode interferir na amamentação?

Deborah Secco relata frustração por não conseguir amamentar a filha devido a prótese de silicone

Deborah Secco e sua filha Maria Flor, ao lado da mãe e da irmã da atriz, Bárbara Secco, que recentemente teve os gêmeos Jorge e Francisco. Foto: Reprodução/InstagramDeborah Secco e sua filha Maria Flor, ao lado da mãe e da irmã da atriz. Bárbara Secco, que recentemente teve os gêmeos Jorge e Francisco, também vai amamentar Maria Flor. Foto: Reprodução/Instagram

Mãe há sete meses a atriz Déborah Secco contou no programa Altas Horas, da Rede Globo, que uma de suas maiores chateações deste período é que não pôde amamentar a filha Maria Flor. O motivo seria a prótese de silicone da atriz, colocada em cima da glândula mamária. O pediatra Marcelo Lobo, chefe do Departamento de Puericultura e Amamentação da Sociedade Paranaense de Pediatria, alerta que tecnicamente as próteses de silicone não interferem na amamentação, pois não tem impacto nas glândulas e não fazem lesões de ducto. “Isso é um mito. E esse mito acaba gerando uma insegurança na mãe, e é esse sentimento que interfere na amamentação”, esclarece o especialista.

É muito importante que as mães que não conseguem amamentar mantenham uma relação de proximidade com a criança no momento da alimentação. Deborah é a única que dá a mamadeira para a filha. “Ela tem que entender que sou eu que forneço alimento para ela, se não vai que ela acha que todo mundo é mãe”, brincou a atriz no programa da Rede Globo. Marcelo ressalta que é fundamental que a oferta da mamadeira seja feita com amor e dedicação. “Olhar para a criança, coloca-la próxima ao corpo, segurá-la de forma acolhedora são maneiras de fortalecer a comunicação entre mãe e filho”, completa.

LEIA TAMBÉM

Mitos e verdades sobre a alimentação dos recém-nascidos

Mães e especialistas dividem seus segredos sobre amamentação

Amamentação cruzada apresenta riscos para os bebês

A irmã de Deborah, Barbara Secco, acabou de dar à luz a gêmeos e deve amamentar Maria Flor nos próximos meses, para que a criança possa ter a experiência de mamar no peito. Para Marcelo, o porém da amamentação cruzada são os riscos de doenças infectocontagiosas, por isso deve ser uma decisão tomada juntamente ao pediatra da criança.

DICAS

Algumas sugestões rápidas para amamentar:

  1. Procure um profissional antes de o bebê nascer para ficar mais forte. Sentir-se confiante.
  2. Não escute os conselhos de todo mundo que vai lhe visitar.
  3. Faça da amamentação um momento reservado. Seu, do bebê e do seu marido.
  4. Dê muito “mamá”.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário