i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde e Bem-Estar

Rapaz faz teste de gravidez e descobre câncer raro; veja como isso é possível

Alguns tipos de câncer têm como sintoma a alta na concentração do hormônio b-HCG, substância medida em testes de gravidez para indicar uma possível gestação

  • PorAmanda Milléo e Agência Estado
  • 07/07/2017 16:15
Hormônio avaliado pelos testes de gravidez também pode indicar doenças graves, em homens (Foto: Bigstock)
Hormônio avaliado pelos testes de gravidez também pode indicar doenças graves, em homens (Foto: Bigstock)| Foto:

Durante uma aula da graduação, no início deste ano, o cearense José Gerardo Soares Filho, de 18 anos, resolveu fazer um teste de gravidez. O resultado da brincadeira, ao contrário do que se poderia esperar, deu positivo. Foi então que o estudante de enfermagem se deu conta de que algo mais sério estava preocupando o seu organismo.

Os testes de gravidez comuns, encontrados nas farmácias, monitoram a quantidade de um hormônio específico, o b-HCG. Coletados a partir da urina, quando o exame detecta uma quantidade hormonal superior a 25 mIU/ml geralmente indica uma gestação em curso. Isso para o organismo feminino. No caso dos homens, uma alteração hormonal assim está relacionada alguns tipos de cânceres.

Depois de que o exame caiu nas mãos da família, e de a mãe de José, Lígia Bezerra, achar que a namorada do rapaz estaria grávida, o menino recebeu o diagnóstico: estava com um câncer raro chamado de TGC, um tumor de células germinativas, localizado no mediastino, na região torácica.

“Os tumores que normalmente expressam esse hormônio são de origem germinativa e as células originárias deste tumor são as embrionárias. São células que o nosso corpo preserva nos tecidos das gônadas, como os testículos e ovários. Tumores nesses órgãos, germinativos, geralmente causam alteração no hormônio b-HCG”, explica Luciano Biela, médico oncologista da Paraná Clínicas.

Existem ainda os tumores germinativos, como o caso de José, em que a expressão se dá fora das gônadas, como no mediastino. “São tumores mais raros, quando surgem fora das gônadas. Mas sempre que tem uma alteração do hormônio b-HCG em homens, é preciso investigar uma causa oncológica”, diz o médico.

Isso não significa, porém, que os homens devam passar a incluir o “teste de gravidez” nos check ups de rotina, conforme alerta João Soares Nunes, médico oncologista do hospital Erasto Gaertner.

“O caso desse menino foi de uma gigantesca coincidência, porque, primeiro, o homem não faz um teste de gravidez do nada e, segundo, a chance de que o exame desse algum resultado é improvável. Foi um caso muito raro. O que normalmente acontece, em casos com o dele, é sentir um desconforto no tórax, tosse, dores na região do peito, então procurar um médico, fazer o raio-x e exame de sangue. É o caminho contrário”, explica Nunes, que reforça: “Não tem sentido fazer o exame de gravidez nos homens”.

Diagnosticado no início do ano, João Gerardo tenta arrecadar dinheiro para uma cirurgia em São Paulo (Foto: reprodução do site da campanha do João Gerardo)
Diagnosticado no início do ano, João Gerardo tenta arrecadar dinheiro para uma cirurgia em São Paulo (Foto: reprodução do site da campanha do João Gerardo)

Tratamentos e ajuda

Desde janeiro deste ano, Gerardo passou por sessões de quimioterapia no hospital Peter Pan, em Fortaleza, e recentemente a família e amigos começaram uma campanha de arrecadação para uma cirurgia no hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo.

O site da campanha Todos pelo Gerardo espera arrecadar R$ 200 mil, para cobrir os custos do tratamento fora do estado. A vaquinha se encerra no dia 26 de julho e a cirurgia está marcada para o dia 24 de julho.

LEIA TAMBÉM

>>> “Congresso não pode decidir sobre inibidores de apetite”, diz pesquisador da Fiocruz

>>> Planos de saúde não podem mais limitar sessões de psicoterapia

>>> Gestantes dançam “Despacito” enquanto esperam pelo parto normal

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.