Patrocínio

Hospital Pilar Instituto de Oncologia do Paraná

Em busca do equilíbrio

Há quase um século o escritor francês Marcel Proust, em sua obra Em Busca do Tempo Perdido, já observava que queremos aprender…

Há quase um século o escritor francês Marcel Proust, em sua obra Em Busca do Tempo Perdido, já observava que queremos aprender a nadar mantendo um pé em terra. Mas são exatamente as escolhas que temos de fazer ao longo do dia – ou da vida – que nos levam a estar em paz com o tempo, ou em tensão constante. A psicóloga Daniele Castilhos afirma que as pessoas têm lotado a agenda, e depois se sentem frustradas por não conseguirem dar conta de tudo. “É preciso tentar entender qual é o seu momento, se é mais profissional, ou família. Temos de lembrar que o dia tem sempre 24 horas e que não dá para vestir a fantasia de super-herói e parar o tempo”, diz.


Sem organização e com aquela velha vontade de abraçar o mundo, as prováveis consequências para quem não sabe se organizar são conhecidas de todos: estresse, ansiedade, angústia, síndrome do pânico e transtorno obsessivo compulsivo (TOC). “A forma como a pessoa administra o seu tempo tem a ver com o seu funcionamento psíquico. Ela fica repetindo ‘não tenho tempo’, ‘não consigo fazer isso’, mas de repente consegue se organizar e vê que é possível”, explica a psicóloga Sandra Moreira Oliveira.

Parece óbvio, mas é importante lembrar que ninguém nasce organizado. O escritor Christian Barbo­­sa, especialista em administração do tempo e produtividade (e autor do blog maistempo.com.br), conta que aprendeu na marra a dar valor à gestão do tempo. “Minha vida era uma zona, fiquei muito doente e cheguei a ter um tumor no estômago por causa disso. Mas encontrei na gestão de tempo uma solução. A produtividade é uma competência que se aprende. Temos de seguir um método, usar uma ferramenta e planejar desde tarefas ao ócio e lazer. Quando definimos o que é prioritário, não existe a sensação de culpa”, diz. O escritor lembra que nunca vai existir a perfeição na gestão do tempo, mas que é o equilíbrio o que devemos buscar.

Não espere mais

Aproveite o caminho

Se tiver vontade, aproveite o tempo livre gasto dentro do carro, em um avião ou no ônibus para ler, adiantar ligações, trabalhar no laptop (caso não seja o motorista, lógico) ou escutar audiolivros. Você evitará a possível sensação de que não tem feito nada para seu desenvolvimento pessoal ou profissional.

Aprenda a se relacionar

Mesmo no ambiente de trabalho, a socialização traz inúmeros benefícios, como o aumento da satisfação com o emprego e do moral e da produtividade. Mas cuidado para não distrair as pessoas ou não se deixar distrair por elas. Ao procurar alguém, sempre pergunte se ele pode atendê-lo naquele momento.

Enfrente as barreiras

Quanto mais fugimos de uma tarefa, mais intensa se torna a resistência a ela e mais difícil a sua execução. No entanto, quando uma resistência é vencida e uma tarefa é executada, ela se torna mais fácil.

8 recomendações para você

Deixe seu comentário